politica&teatro
    

Roberto Macunaíma Jefferson

"No dia 14 de setembro o ex-homem de confiança foi cassado por seus pares. Estes, constrangidos e temerosos, sequer aplaudiram o próprio ato. A direita diz que não houve aplausos por que Roberto Jefferson foi um herói. Denunciara o maior esquema de corrupção já visto na república e portanto merece admiração. Se Jefferson é herói, é mais um Macunaíma, o herói sem caráter de um povo sem orgulho e contraditório por natureza. Quanto ao caráter, estamos de acordo. Afirmar que o povo brasileiro merece os dirigentes que tem, nada pode ser mais ingênuo e injusto."



Escrito por christian theodore às 19h43
[] [envie esta mensagem]


 
   Voz de Respeito

Jobim sob suspeita

O senador Jefferson Peres (PDT-AM) diz que, se o presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Nelson Jobim, não vier a públi-co e esclarecer se é ou não candidato ao cargo de presidente da República, estará “sob suspeita de toda a sociedade” e “fica incompatibilizado com o cargo de presidente da mais alta Corte”. Jefferson Peres aconselhou Jobim, na qualidade de possível candidato, a “se poupar”.



Escrito por christian theodore às 19h39
[] [envie esta mensagem]


 
   Bestage do PO!

Vistos e ouvidos

O senador Paulo Octávio (PFL-DF) adotou uma nova bandeira, a de que o governo brasileiro deve permitir a entrada de cidadãos norte-americanos no País sem exigir-lhes vistos. O sistema de reciprocidade hoje adotado impede que isso seja feito. Como os Estados Unidos exigem vistos de praticamente todos os cidadãos de países dos quais costumam partir imigrantes ilegais em grande quantidade, entre eles o Brasil, o mesmo se faz com relação à turma de lá. Paulo Octávio acaba de procurar o presidente em exercício, o vice José Alencar, para recomendar pressa em rever esse princípio. Argumenta que, além de confrontar inutilmente a terra de Bush, o governo brasileiro está jogando dinheiro fora. De acordo com Paulo Octávio, que foi presidente da Subcomissão de Economia do Senado, é muito grande o número de norte-americanos que visitam países vizinhos ou próximos, mas contornam o Brasil devido às dificuldades para obter o visto. Com isso perde-se um volume significativo de receitas do turismo. Alencar ainda não deu resposta. A tese não é bem vista no Itamarati.



Escrito por christian theodore às 19h15
[] [envie esta mensagem]


 
   Cristóvam X Curréia

Confronto

Endureceu o jogo no PDT. Agora, caso o senador Cristovam Buarque entre no partido, o ex-ministro Maurício Corrêa ficará de fora. A convivência ficou impossível.

E nós fazemos votos que o Curréia vá logo embora no partido onde não entrou e ainda desrespeitou quem estava lá!



Escrito por christian theodore às 19h14
[] [envie esta mensagem]


 
  

Chavéz o novo líder da esquerda mundial

Chávez diz que ONU não serve para nada
Fernando Bizerra/EFE

Chávez defendeu que ONU saia de
território norte-americano

Chávez diz que ONU não serve para nada

NOVA YORK (EUA) - O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, disse ontem, durante discurso na ONU, que a organização internacional "não serve para nada" e pediu para que a sua sede seja retirada de território americano e estabelecida em uma "cidade internacional". "A nova sede das Nações Unidas tem de ser levantada no Sul", disse Chávez na Assembléia Geral da ONU.

Para Chávez, o documento que será aprovado na cúpula hoje - e que foi aprovado pela Assembléia Geral na terça-feira - é "um documento inútil, nulo e ilegal". O discurso de Chávez foi o 15º da sessão vespertina de ontem. Passados seus 5 minutos de direito, Chávez solicitou ao presidente da assembléia, o primeiro-ministro sueco, Goran Lindahl, um pouco mais de tempo para finalizar sua fala, recordando a ele que o presidente George W. Bush discursou por 20 minutos.

No total, Chávez falou por 12 minutos e foi aplaudido em três ocasiões, fato que não havia ocorrido com os mais de 100 oradores que o precederam em dois dias. O presidente venezuelano criticou Bush por sua guerra contra o Iraque e disse que o furacão Katrina comprovou que "o povo norte-americano não tem governo que o proteja de desastres anunciados da natureza" porque sua política energética destruiu o meio ambiente.



Categoria: política
Escrito por christian theodore às 19h08
[] [envie esta mensagem]


 
   Mudanças partidarias pode fazer crescer o pdt, pps e o P-Sol que já recebeu o registro definitivo

Enquanto Inocêncio, que é primeiro-secretário da Câmara, já faz sua festa de filiação ao PL em Recife, outro deputado anunciou hoje que deixará seu partido. Um dos fundadores do PT no Ceará e organizador da campanha da prefeita petista de Fortaleza, Luizianne Lins, o deputado João Alfredo (PT-CE) anunciou que está de malas prontas para o PSOL, fundado pela amiga, senadora Heloísa Helena (AL), e que recebeu oficialmente ontem do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) o seu registro definitivo como partido. O número do PSOL nas eleições será o 50.

As eleições diretas para a presidência nacional do PT, marcadas para este domingo, podem definir também o rumo de no mínimo mais 20 deputados petistas, caso a chapa encabeçada por Ricardo Berzoini (PT-SP), que representa o campo majoritário, seja eleita. A expectativa é de que a maioria da esquerda petista migre para o PDT. Os demais deverão ir para o PSOL ou PPS. O senador Roberto Saturnino Braga (PT-RJ) deve ser um dos petistas a ingressar no ninho brizolista.

Entre os deputados que devem deixar o PT está o baiano Walter Pinheiro. Ex-líder do PT na Câmara e um dos nomes cogitados dentro do partido para substituir Severino Cavalcanti (PP-PE) na presidência da Casa, Pinheiro afirmou que ainda não tomou uma decisão sobre se vai ou não deixar o partido ou para qual legenda ele iria. O deputado disse que suas bases resistem à sua saída do PT.

Além de Inocêncio Oliveira e João Alfredo, que devem formalizar suas mudanças partidárias à Mesa Diretora da Câmara na próxima semana, outros dois deputados já formalizaram a troca de partido no mês de setembro. O primeiro foi o deputado João Mendes de Jesus, do Rio de Janeiro, que estava sem partido e foi para o PSB. O segundo foi o deputado André Costa, também do Rio, que deixou o PT para se filiar ao PDT.


Escrito por christian theodore às 18h32
[] [envie esta mensagem]


 
   China rumo ao topo

Milagre econômico da China deve continuar, diz OCDE
 
consumidores em uma loja da Burberry na China
Setor privado já gera mais empregos do que Estado na China
O milagre econômico da China deve se sustentar por "algum tempo", segundo a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE)

Em estudo divulgado nesta sexta-feira, a OCDE também prevê que a economia da China vai crescer 9% neste ano e 9,2% em 2006.

No entanto, o crescimento econômico sustentado a longo prazo da China vai depender do aprofundamento das reformas no setor financeiro e bancário e nos mercados de capital, além do fortalecimento do setor privado, de acordo com a organização.

Em cinco anos, a China, que já é a sétima maior economia do mundo, deve ultrapassar a Itália, a França e a Grã-Bretanha para ocupar o terceiro lugar, segundo o estudo, a primeira pesquisa econômica da China feita pela OCDE.

'Desafios consideráveis'

A OCDE também prevê que a China será o maior país exportador do mundo no início da próxima década.

De acordo com a organização, neste ano, o superávit em conta corrente (resultado das balanças comercial e de serviços e das transferências unilaterais) da China deve chegar a US$ 100 bilhões.

O setor privado chinês já tem papel dominante em diversos setores da economia e cria mais empregos do que o Estado no país, segundo o estudo.

A OCDE diz, porém, que a China precisa deixar que a sua moeda, o yuan, flutue de forma mais livre.

O relatório também alerta para "desafios consideráveis" da economia, mas diz que a "evolução da política econômica, especialmente nas áreas de alocação de capital, mobilidade trabalhista e urbanização e a criação de uma melhor estrutura para o desenvolvimento do setor privado na economia deve assegurar a manutenção do ritmo de crescimento".

 


Escrito por christian theodore às 10h22
[] [envie esta mensagem]


 
   Triste fim, que deus o faça justiça!

Menino britânico imita Johnny Depp e morre enforcado
 
Jovem britânico se enforcou acidentalmente ao imitar cena de filme
Jovem britânico se enforcou acidentalmente ao imitar cena de filme
Um menino britânico de 12 anos morreu enquanto imitava uma seqüência protagonizada pelo ator Johnny Depp no filme Piratas do Caribe.

Scott Buckle, da cidade de Swansea, acidentalmente se enforcou ao procurar reproduzir a cena em que o personagem de Depp está prestes a ser enforcado, mas consegue se livrar das cordas.

A criança já havia recebido tratamento por sofrer de lapsos de atenção decorrentes de hiperatividade. Entre os sintomas desta disfunção estão a falta de noção de perigo.

Scott foi adotado aos sete anos de idade e, segundo o inquérito que apurou as causas de sua morte, ele vivia bem com seus pais adotivos.

Filme

A mãe adotiva de Scott contou que a família havia assistido junta a um vídeo de Piratas do Caribe na noite em que o menino morreu.

De acordo com ela, a seqüência "dá a impressão de que alguém nessas circunstâncias é capaz de escapar".
Johnny Depp em cena de 'Piratas do Caribe'
Johnny Depp em cena de 'Piratas do Caribe'

Ela acrescentou que Scott "se sentia invencível e não estava ciente de quaisquer riscos", tendo até mesmo, certa vez, caminhado sobre o muro de cinco metros que separa a sua casa da propriedade vizinha.

Scott havia demonstrado talento como ator em seu colégio e chegou a fazer um teste para participar de um filme.

Ele cogitava ir para os Estados Unidos para estudar teatro.

 
Menino britânico imita Johnny Depp e morre enforcado
 
Jovem britânico se enforcou acidentalmente ao imitar cena de filme
Jovem britânico se enforcou acidentalmente ao imitar cena de filme
Um menino britânico de 12 anos morreu enquanto imitava uma seqüência protagonizada pelo ator Johnny Depp no filme Piratas do Caribe.

Scott Buckle, da cidade de Swansea, acidentalmente se enforcou ao procurar reproduzir a cena em que o personagem de Depp está prestes a ser enforcado, mas consegue se livrar das cordas.

A criança já havia recebido tratamento por sofrer de lapsos de atenção decorrentes de hiperatividade. Entre os sintomas desta disfunção estão a falta de noção de perigo.

Scott foi adotado aos sete anos de idade e, segundo o inquérito que apurou as causas de sua morte, ele vivia bem com seus pais adotivos.

Filme

A mãe adotiva de Scott contou que a família havia assistido junta a um vídeo de Piratas do Caribe na noite em que o menino morreu.

De acordo com ela, a seqüência "dá a impressão de que alguém nessas circunstâncias é capaz de escapar".
Johnny Depp em cena de 'Piratas do Caribe'
Johnny Depp em cena de 'Piratas do Caribe'

Ela acrescentou que Scott "se sentia invencível e não estava ciente de quaisquer riscos", tendo até mesmo, certa vez, caminhado sobre o muro de cinco metros que separa a sua casa da propriedade vizinha.

Scott havia demonstrado talento como ator em seu colégio e chegou a fazer um teste para participar de um filme.

Ele cogitava ir para os Estados Unidos para estudar teatro.

 


Escrito por christian theodore às 10h20
[] [envie esta mensagem]


 
   Blog do Tas

OH, ZÉ DIRCEU, NÃO FREUD!



Zé Dirceu diz que não pode ser cassado porque "não existem provas" contra ele.

Um querido amigo psiquiatra (que aliás deveria estar na bancada da CPI) me ajuda a elucidar a equação: ele, o ZD, é que parece acreditar ter provas suficientes da nossa estupidez.



Escrito por christian theodore às 21h29
[] [envie esta mensagem]


 
   Do Blog do Tas

O FIM DO KIBE?



Há exatos 20 anos, perguntei pro Dr. Paulo: é verdade que o senhor é ladrão?

Foi um estrondo. Não sabia que repórteres não podiam fazer esse tipo de pergunta tão óbvia. Aliás, até hoje perseguimos as sutilezas do óbvio, dificílimas de serem tocadas.

Patético é ver figuras que ainda gravitam, apodrecidas, ao redor dele, como Aguinaldo Timóteo, o Deputado Curiaty (que levou alguns kibes à PF) e taxistas loucos por viadutos.

Que vossas excelências aproveitem bem a hospedagem que a sociedade está lhe proporcionando.




Escrito por christian theodore às 21h28
[] [envie esta mensagem]


 
   Viva o negro brasileiro! Viva Netinho de Paula!

Divulgação
O logotipo do novo canal de TV tem forte inspiração na bandeira nacional
 
 


Escrito por christian theodore às 21h17
[] [envie esta mensagem]


 
   Caçadores de pirocas e bucetas

15/09/2005 - 18h51

Corrupção em Brasília faz "agregados" de políticos tirarem a roupa

Publicidade
language=javascript type=text/javascript> marginWidth=0 marginHeight=0 src="http://de.uol.com.br/html.ng/site=folha&chan=online.ilustrada&size=180x150&page=7&expble=0&ord=19488839?" frameBorder=0 width=180 scrolling=no height=150> language="javascript1.1" type="text/javascript" src="http://de.uol.com.br/js.ng/Params.richmedia=yes&site=folha&chan=online.ilustrada&size=180x150&page=7&expble=0&ord=19488839?">
KARINA KLINGER
da Folha Online

As investigações nas CPIs e os escândalos na política tem feito as revistas de nu saírem à caça, não dos deputados como acontece em Brasília, mas dos anônimos que os cercam. Quem sairá na edição de outubro da revista "Playboy" é Camilla Amaral, assessora da senadora Ideli Salvatti, integrante da CPI dos Correios.

A loira ainda não fez o ensaio, mas já assinou o contrato com a revista. Camilla sairá na edição de outubro. Como o trabalho marca a sua estréia no reino das celebridades instantâneas, a ficha de Camilla ainda está incompleta. Sabe-se apenas que ela tem 25 anos, mora em Brasília, tem 1,68, pesa 53 kg e é loira, segundo a assessora de imprensa da revista "Playboy".

Lula Marques/Folha Imagem
Diana Buani, mulher do empresário que acusa Severino Cavalcanti
Diana Buani, mulher do empresário que acusa Severino Cavalcanti
A mulher do empresário Sebastião Buani, que acusa o presidente da Câmara, Severino Cavalcanti (PP-PE), de ter recebido propina para que o seu restaurante pudesse funcionar na Câmara, também foi surpreendida com uma proposta para tirar a roupa.

A morena Diana Buani, 31, que já está sendo chamada de a "musa do mensalinho" foi convidada para sair na edição de novembro da revista "Sexy". Ela ainda não confirmou, mas Sebastião disse que não se opõe. Para o empresário, a mulher é quem decidirá.

O estudante de nutrição Bruno Corner, de 22 anos, filho da "promotora de eventos" de Brasília Jeany Mary Corner, também topou tirar a roupa para a revista "G Magazine". Ele é a capa da edição de outubro. Jeany Mary foi citada na CPI como suposta agenciadora de garotas de programa.


Escrito por christian theodore às 21h12
[] [envie esta mensagem]


 
   Mudanças

Dentre as tantas mudanças que sofreu desde 2003, uma das mais fundamentais foi a maternidade, diz Maria Rita. "Agora não sou só cantora, também sou mãe", diz ela, que em julho de 2004 deu à luz Antonio, filho do diretor de cinema Marcus Baldini. "Com a maternidade, a gente se sente mais forte e as metas ficam mais claras."

Nesses dois anos de sucesso, ela descobriu que a dor e a delícia da fama partem, no fundo, da mesma questão: não ter as rédeas de toda a situação. "É ruim porque não tenho controle. Para um virginiano, então... Por outro lado, é muito bom porque você perde a ansiedade de controlar tudo." Afirma que ainda não entendeu a sua condição de celebridade --e não entender, ou não querer entender, foi a forma que encontrou para lidar bem com tudo isso, sem sobrecarregar a cabeça. Ser filha de Elis, ela continua a dizer, nunca a incomodou, e não seria agora que incomodaria.

Cada vez mais Maria Rita do que filha de Elis, ela afirma ter a intenção de sempre se mostrar de verdade. Por isso, comprou a idéia de um DVD mostrando a produção em estúdio, em companhia do pianista Tiago Costa, do contrabaixista Sylvinho Mazzucca e do baterista Cuca Teixeira.

"O DVD mostra só isso [a verdadeira Maria Rita]. Tinha dia que eu estava sem maquiagem, descabelada", lembra ela. "Claro que a vaidade pega. A gente se preocupa tanto em aparecer bem em respeito ao público... Mas havia uma preocupação de passar essa imagem de uma pessoa que não é estrela, diva, intocável", ressalta.

Produção

Maria Rita afirma ter ficado indecisa quanto à produção do disco após a morte de Capone. "Estava bem insegura", relata. E veio o nome de Lenine. No começou ficou nervosa --Lenine e Chico Buarque são seus maiores ídolos, declaradamente. Mas, por ser também artista, o pernambucano estabeleceu sintonia perfeita com a cantora, dando-lhe tanta liberdade que não se nota a sua mão no disco.

E, já que produziu o disco com um ídolo, do outro a cantora decidiu gravar "Sobre Todas as Coisas", de Chico Buarque e Edu Lobo, oriunda do disco "O Grande Circo Místico". Mas trabalhar com Chico, se depender de Maria Rita, está fora de questão. Bastou a dificuldade de respirar o mesmo ar de Lenine. "Fico gaga só de pensar [em trabalhar com Chico Buarque]. Deixa pra lá. O cara é muito gênio."



Escrito por christian theodore às 21h09
[] [envie esta mensagem]


 
   Viva a Maria! Rita

15/09/2005 - 17h37

Maria Rita chega mais livre e intimista em disco sincero

Publicidade
language=javascript type=text/javascript> marginWidth=0 marginHeight=0 src="http://de.uol.com.br/html.ng/site=folha&chan=online.ilustrada&size=180x150&page=7&expble=0&ord=76251034?" frameBorder=0 width=180 scrolling=no height=150> language="javascript1.1" type="text/javascript" src="http://de.uol.com.br/js.ng/Params.richmedia=yes&site=folha&chan=online.ilustrada&size=180x150&page=7&expble=0&ord=76251034?">
MARY PERSIA
da Folha Online

O primeiro "chegou chegando", para mostrar quem era e a que veio. Agora, a coisa é mais embaixo --ou mais para dentro. "Segundo" chega nesta sexta-feira às lojas trazendo Maria Rita mais dona de si e do que produz.

Reprodução
CD chega nesta sexta
CD chega nesta sexta

"Cada disco conta uma história diferente. A do primeiro não vai se repetir nesse", considera Maria Rita, 28 anos recém-completados, deixando claro que "Segundo" não tem necessariamente que seguir a mesma trajetória do seu disco de estréia em 2003 (800 mil cópias vendidas). "Digo que o meu primeiro foi o meu segundo. As cobranças foram maiores [em 2003]. Sentia a pressão de todos os lados."

Agora, ela afirma ter tido liberdade até para decidir quando lançar um novo trabalho. E a hora chegou. "Eu me senti já 'cansada' do [primeiro] disco. Perdi Tom Capone [amigo e produtor do primeiro disco], tive filho, tanta coisa aconteceu... Ficou meio arrastado."

Luciana Cavalcanti/FI
Primeiro disco foi lançado há dois anos
Primeiro disco foi lançado há dois anos
A despeito de não ter uma única composição sua no álbum ("Ainda não está na hora", diz ela) e de dividir a produção com Lenine, "Segundo" (que chega em CD e CD com DVD) é um disco bastante autoral, da escolha do repertório à sonoridade final. "Veio num momento bastante intimista, e isso está bem representado. É uma coisa mais branca, limpa", diz a cantora. Tudo gravado ao vivo, ao mesmo tempo dentro do estúdio, para suprir uma necessidade de "mostrar o cru, o orgânico, o mais honesto possível". "Foi uma coisa natural. Fomos ensaiando as músicas e a sonoridade foi ficando tão linda que resolvemos deixar aquilo ali."

O álbum (que será trabalhado em mais de 50 países, contra os pouco mais de 30 em 2003) tem 11 faixas, mais um bônus --"Conta Outra", gravada em show e cuja versão em estúdio pode ser baixada na internet utilizando o código gravado no encarte dos CDs originais. Maria Rita conta que chegou a ouvir 1.200 músicas, mas entrou no estúdio com apenas 14 ou 15 composições.

Pela terceira vez, a cantora colhe uma música do repertório de "Bloco do Eu Sozinho", de Los Hermanos: "Casa Pré-Fabricada". Há ainda outra composição de Marcelo Camelo, a africana "Despedida", inédita, cujo batuque vem do chão do estúdio. Outra percussão pouco usual vem das unhas da cantora, batidas numa caneca plástica para marcar o ritmo do boogie "Feliz", canção à moda Rita Lee (segundo Maria Rita, foi inspirada em "Só de Você").

Divulgação
Cantora produziu "Segundo" ao lado de Lenine
Cantora produziu "Segundo" ao lado de Lenine
A cantora, aliás, discorda de que tenha "descoberto" Marcelo Camelo, como andaram dizendo. "Não fiz favor nenhum", diz Maria Rita. "Só mostrei quão versáteis são as composições dele. É tudo de bom. Ele pode fazer os rocks dele lá, e depois eu transformo."

Sem fama, mas igualmente eleito pela cantora, Rodrigo Maranhão, do grupo Monobloco, é responsável por duas faixas do disco ("Caminho das Águas", primeira música de trabalho, e o samba "Recado"). A relação vem do primeiro disco, em que suas músicas não entraram porque o repertório já estava fechado, diz Maria Rita.

Do vencedor do Oscar de melhor canção (com "Al Otro Lado del Rio", de "Diários de Motocicleta") Jorge Drexler, que conheceu em São Paulo, gravou "Mal Intento", em espanhol. E há ainda Edu Lobo, Chico Buarque, Moska, e Marcelo Yuka e O Rappa, de quem regravou "Minha Alma (A Paz que Eu Não Quero)", que chegou a ela primeiro em clipe. Com as fortes imagens gravadas na memória, voltou-se para a letra e se surpreendeu. "Sempre tive essa vontade de me voltar para esse lado [social]."



Escrito por christian theodore às 21h09
[] [envie esta mensagem]


 
   Viva os atores afro-brasileiros!

Divulgação
Cena de "Filhas do Vento" Leia mais


Escrito por christian theodore às 21h04
[] [envie esta mensagem]


 
   Crime contra racismo no orkut é de morador brasiliense

Morador de Brasília na Justiça por atitudes racistas no Orkut

Do CorreioWeb

15/09/2005
17h19
-Crime de racismo na Internet é o motivo pelo qual o Ministério Público do Distrito Federal entrou com um processo na Justiça contra um morador de Brasília. Segundo o MPDF, entre os dias 12 e 14 de julho deste ano, Marcelo Valle Silveira Mello usou no orkut – um site de relacionamento – palavras ofensivas contra os negros por ser contrário ao sistema de cotas adotado pela Universidade de Brasília (UnB)

O MPDFT pede a condenação de Mello com base no artigo 20 parágrafo 2º da Lei nº 7.716 /89. A assessoria do MPDFT não soube dar mais detalhes sobre o caso.


Escrito por christian theodore às 20h53
[] [envie esta mensagem]


 
   História de Pescador

Menores que participavam de festa em barco depõem em Minas

Renato Ferreira, do CorreioWeb
Renato Alves, do Correio Brazilinese

Atualizada às 17h53

15/09/2005
16h04
-Durou cerca de uma hora o depoimento das duas menores que sobreviveram ao naufrágio do barco do senador Valmir Amaral (PP-DF), na última sexta-feira, no Rio São Francisco. Na saída da 10ª Delegacia Regional de Patos de Minas, eles falaram rapidamente com a imprensa. “Nós não somos prostitutas”, disse uma delas quando questionada se estariam fazendo programas com os participantes da festa.

As duas meninas, de 16 e 17 anos, também disseram que foram convidadas para uma festa, e não para uma pescaria como afirmou ao CorreioWeb o parlamentar brasiliense.

O delegado Saulo Santos contou que desconhece as acusações de prostituição de menores. “Estou investigando o acidente. As perguntas já vieram prontas”, contou, em referência à carta precatória enviada pelo delegado de São Francisco, João Henrique. O naufrágio aconteceu nas proximidades da cidade.

O acidente, que matou três empregados do senador brasiliense Valmir Amaral (PP), ocorreu nas proximidades da cidade de São Francisco. As duas meninas, os três mortos, o senador e mais seis funcionários do político participavam de uma festa, que teria sido organizada por Amaral, às margens do rio, onde ficou ancorado o barco do senador.

Ao voltar para a cidade com alguns passageiros, na madrugada de sexta-feira, a embarcação virou. Manoel Dantas, 63 anos, garçom do senador, Elcir Silva, 46, cozinheiro e Ivo Cardoso, 40, morreram. As duas adolescentes foram resgatadas por PMS da cidade que souberam do naufrágio.

O depoimento ocorreu em Patos de Minas porque é a cidade onde as duas menores moram. Os depoimentos estão sendo acompanhados pelo presidente do Conselho Tutelar de Patos de Minas, Jair Vicente Fernandes.

Tragédia
Em entrevista ao CorreioWeb, o senador Valmir Amaral disse que o acidente foi uma “tragédia”. “Estava participando de uma pescaria com os amigos em uma faixa de areia do rio. Quando soube que uma das embarcações havia afundado, já estava no hotel”, disse o senador. Segundo ele, eram dois, e não apenas um, os barcos que transportaram os participantes do “evento”.

Ele garantiu que, imediatamente após saber do ocorrido, por volta de 1h40, acionou o socorro. “Comuniquei a polícia e tentei chamar o Corpo de Bombeiros. Mas como São Francisco não possui corporação da categoria, avisei os bombeiros de Montes Claros”, contou. Ele ainda informou que alugou canoas de pesqueiros para ajudar nas buscas e acionou funcionários das empresas do pai em Januária e Montes Claros para prestarem assistência.

O senador contou que deixou São Francisco às 4h30 e foi para Montes Claros. De lá, embarcou no seu jato e retornou a Brasília para dar a notícia à sua família e a parentes das pessoas que participavam da pescaria.

Exploração Sexual
Sobre a acusação de que as duas garotas estariam fazendo programa, Amaral foi enfático. “Isso não existe. Não aconteceu nada”, defendeu. Ele disse que nem sabia que as menores estariam na pescaria. “Foram dois amigos meus que levaram elas, o Marcelo Borges e o Wellington Fernandes”, contou. O parlamentar não soube informar se os dois, que tem entre 18 e 20 anos, são namorados das meninas. Borges e Fernandes moram em Patos de Minas.

Amaral também informou que já conversou com o corregedor do Senado, Romeu Tuma (PFL-SP), sobre o assunto. Tuma manifestou o interesse de falar com o político brasiliense depois que ficou sabendo do caso pela imprensa. “Já expliquei para ele o que aconteceu. Está tudo tranqüilo”, disse.

A conversa, entretanto, não foi confirmada pela assessoria de Tuma. O senador estava na sessão reservada da CPI dos Bingos e não pôde atender a reportagem.



Escrito por christian theodore às 20h51
[] [envie esta mensagem]


 
   Bicho grilo doido. Paulinho Vilhena ator que gostaria de dirigir


Veja mais…
 Cláudio Andrade
Passe este fuxico adiante Imprimir Aumentar/Diminuir fonte
Paulinho Vilhena estréia Quarto de Estudante

Rio de Janeiro, 13/09/2005: Paulinho Vilhena e Raoni Carneiro, diretores da peça Quarto de Estudante, estrearam o espetáculo



Escrito por christian theodore às 20h41
[] [envie esta mensagem]


 
   Com Ivo Cassol no PPS, por que não Arruda?

Quinta-feira, 15 de Setembro de 2005
Ivo Cassol filia-se ao PPS


O governador de Rondônia, Ivo Cassol, filiou-se ontem ao PPS. Em julho, Cassol enviou documento à Executiva Nacional do PSDB requisitando sua desfiliação partidária, numa manobra para evitar sua expulsão do partido.

Cassol é investigado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) por envolvimento em supostas fraudes em processos de licitação e formação de quadrilha enquanto era prefeito da cidade de Rolim de Moura (479 quilômetros de Porto Velho). A Executiva do PSDB havia criado, em 23 de junho, uma comissão para investigar a atuação de Cassol frente ao governo do estado, que poderia resultar na expulsão do governador.

Com a entrada do ex-tucano no PPS, o partido passa a contar com três governadores: além de Cassol, Blairo Maggi (MT) e Eduardo Braga (AM).

O presidente do PPS, deputado federal Roberto Freire (PE), disse, por meio de sua assessoria de imprensa, que o partido não se sente constrangido em ter em seus quadros um governador que é investigado pelo STJ.

"Antes de aceitar sua filiação, a direção do PPS avaliou e verificou os fatos que envolvem Cassol e não constatou nada que desabone a conduta política dele", disse Freire, através da assessoria. Ivo Cassol foi procurado pela reportagem para falar sobre a filiação ao PPS, mas não ligou de volta.

RoraimaO governador de Roraima, Ottomar Pinto, que pertencia ao PTB, anunciou terça-feira sua filiação ao PSDB. O secretário de comunicação de Roraima, Rui Figueiredo, declarou que a troca ocorreu em razão do descontentamento de Ottomar Pinto com o governo federal, que é apoiado pelo PTB.

Para Ottomar, o presidente Lula tomou decisões que contrariaram os interesses do estado, como a homologação contínua da terra indígena Raposa/Serra do Sol. Com isso, os arrozeiros que vivem na reserva – e têm o apoio do governo de Roraima – terão de deixar a área.

O Arruda foi cassado mas foi o deputado federal mais votado proporcionalmente em toda a história da república, portanto defendo a aliança com ARRUDA sim!



Escrito por christian theodore às 20h25
[] [envie esta mensagem]


 
   Quem quer ser presidente!

De olho no Palácio do Planalto

BRASÍLIA - Não há um líder político que não esteja com um olho voltado para os escândalos em cascata registrados no presente, mas, ao mesmo tempo, mantendo o outro na futura sucessão presidencial. Nos partidos e nas bancadas parlamentares, todos regateiam e dizem ser impossível pensar na definição de candidatos enquanto a poeira da corrupção não assentar, mas...

Mas é mentira. Trata-se de um expediente para permitir que transcorra em segredo uma das mais ferozes lutas de foice em quarto escuro jamais registradas na história da República. Também, todos os recordes parecem estar sendo batidos, porque nunca se viu roubalheira igual à promovida por partidos da base do governo, sob os auspícios do próprio, ou seja, do governo.

Bebe água limpa...

O presidente Lula oscila entre candidatar-se à reeleição, o mais provável, ou considerar encerrada sua passagem pelo Planalto. Na verdade, não deseja outra coisa, até como forma de dar a volta por cima na crise e salvar sua imagem. Pesam menos as possibilidades de reformar o País, já que faz muito abandonou o projeto. Anda na baixa e, se as eleições fossem hoje, perderia. Em outubro de 2006, pode ser que vença, dependendo de quem for o seu principal adversário.

No ninho dos tucanos, núcleo mais numeroso das oposições, mas nem por isso o mais aguerrido, a estratégia é desgastar ao máximo o presidente, ainda que sem colocar em risco seu mandato. Levá-lo a uma candidatura fracassada, em 2006. Nisso concordam todos os chefões do PSDB, mas, no resto, nem pensar.

Porque se José Serra aparece na liderança das pesquisas, o resultado está sendo a tentativa de desgastá-lo. No comando dessa revoada está o ex-presidente Fernando Henrique, que, ao contrário do que garante, é candidatíssimo. O sociólogo joga na permanência da crise para enfraquecer Lula e também para ver criadas condições de caos institucional que o façam candidato único no partido e em outros setores. Uma espécie de salvador da pátria...

Mas existem outros pretendentes no PSDB. O governador Geraldo Alckmin, de São Paulo, meio desesperançado, mas com a força do cargo que ocupa. E o governador Aécio Neves, trabalhando em silêncio e posicionando-se atrás de uma espécie de união mineira: ele para presidente, José Alencar para governador e o ex-presidente Itamar Franco para senador. Uma trinca para ninguém botar defeito, até mesmo suprapartidária, caso não entrem os três no PMDB.

...quem chega primeiro na fonte

No PFL, a ordem é insistir no prefeito Cesar Maia, até por falta de outra opção. Concentrar forças nas realizações do prefeito do Rio e em sua figura de administrador experiente e competente. Afinal, ele resistiu bem ao impacto do governo federal, disposto a desmoralizá-lo na semana em que teve seu nome cogitado, através da intervenção em hospitais municipais da antiga capital.

PFL e PSDB, mesmo correndo separados no primeiro turno, estarão unidos no segundo, com o perdedor apoiando o vencedor num embate com Lula.

O PMDB continua aberto a mil e uma possibilidades. A primeira era apoiar a reeleição do atual presidente, agora afastada. Lançar candidato próprio é sempre um chamariz, mas qual? A direção do partido já fez chegar a Anthony Garotinho o conselho do "não vem que não tem". Vão negar legenda ao marido de D. Rosinha, a menos que ele pretenda candidatar-se ao Senado pelo Rio de Janeiro.

Dos governadores peemedebistas, poderia surgir o indicado, ainda que por enquanto sem oxigênio para enfrentar petistas, tucanos e liberais: Germano Rigotto, do Rio Grande do Sul, e Roberto Requião, do Paraná, despontam em melhores condições, mas não têm respaldo da base paulista da legenda.
Há quem suponha manobra tão arriscada quanto fascinante: o ingresso de Aécio Neves, para ser lançado candidato. Pode ser, mas fácil não parece.

Existem outros pretendentes. Roberto Freire já foi lançado pelo PPS. No PDT, três nomes despontam para a aventura isolada: Cristovam Buarque, recém-ingressado, Maurício Correia, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, e Roberto Mangabeira Unger, cientista político. O P-SOL testará a popularidade da senadora Heloísa Helena, não se duvidando de que o Prona insista no Dr. Enéias.

Fora desse quadro dificilmente aparecerão outros nomes, explicando-se, por isso, estarem todos recitando o provérbio árabe de que "bebe água limpa quem chega primeiro na fonte".



Escrito por christian theodore às 20h11
[] [envie esta mensagem]


 
   José Alencar no PMDB

, 14 de Setembro de 2005
Alencar entra no PMDB


O vice-presidente da República, José Alencar, comunicou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva que pretende se filiar ao PMDB e disputar as prévias para a escolha do candidato do partido às eleições presidenciais de 2006. Alencar o informou de suas intenções antes do embarque de Lula para a Guatemala e, de acordo com assessores do Palácio do Planalto, o presidente está irritado com o comportamento de seu vice. Para o presidente Lula, Alencar estaria querendo pular fora do barco no momento mais difícil de seu governo.

Alencar já tratou com a cúpula do PMDB de seu retorno ao partido, do qual era vice-presidente em 2001, quando saiu para filiar-se ao PL, tornando-se o candidato a vice na chapa de Lula no ano seguinte. No último dia 2, Alencar saiu do PL. Há três semanas, em 27 de agosto, Alencar teve uma reunião de duas horas com o presidente do PMDB, deputado Michel Temer (SP), em São Paulo. A conversa ocorreu um dia depois de Alencar receber alta hospitalar e o vice fez questão de lembrar que tem amigos no PMDB e que havia levado os votos dos delegados de Minas Gerais na convenção que elegeu Temer para a presidência do partido. "Disse ao Alencar que ele retornaria à sua Casa e que seu retorno era um grande conforto para nós", afirmou Michel Temer.

O presidente Lula não gostou também do tom da entrevista de Alencar à Folha de S. Paulo, no último domingo, quando o vice fez elogios ao presidente, mas afirmou várias vezes que está "completamente preparado" para assumir a Presidência da República, caso Lula saia.

Alencar, que tem manifestado o desejo de disputar as eleições presidenciais a vários interlocutores, também falou de seu projeto partidário com o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e outras lideranças peemedebistas. A filiação de Alencar terá de ser feita até o final deste mês, prazo final de filiação para futuros candidatos



Escrito por christian theodore às 20h34
[] [envie esta mensagem]


 
   Roberto Jefferson é cassado

14/09/2005 - 21h23
Câmara cassa mandato de Roberto Jefferson

Sérgio Lima/Folha Imagem  
O deputado Roberto Jefferson na sessão que selou seu futuro
A Câmara dos Deputados acaba de aprovar a cassação do deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) por quebra de decoro parlamentar.

Jefferson foi o primeiro parlamentar cassado por conta das denúncias do "mensalão", das quais ele é o autor. A votação foi secreta. A apuração ainda continua, mas já foram contabilizados 257 votos pela cassação de Jefferson, o mínimo necessário.

A sessão foi concorrida, com o plenário e a galeria da Câmara cheios, e foi presidida pelo deputado José Thomaz Nonô (PFL-AL), vice-presidente da Câmara. Severino Cavalcanti desistiu de se expor depois que o empresário Sebastião Buani mostrou cheque que comprovaria pagamento de propina a ele.

Com plenário e galerias lotados -com 489 deputados votantes (de um total de 513)- o relator do processo de cassação, deputado Jairo Carneiro (PFL-BA), voltou a acusar Jefferson de ter feito as acusações sobre o mensalão em proveito próprio, para fugir das denúncias que pesavam contra ele, citado em uma gravação que o envolveria em episódios de corrupção nos Correios. A seguir, os advogados de Roberto Jefferson, Itapuã Messias e Francisco Barbosa, apresentaram a defesa. Depois disso, foi a vez de Roberto Jefferson.

Em sua defesa, ainda deputado, Jefferson, criticou o governo e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, acusando Lula de preguiçoso e o governo de corrupto. Sobre Lula, Jefferson afirmou: "é malandro e preguiçoso. Gosta de passear de avião. Governar que é bom, ele não gosta. Delegou." Sobre o governo, disse: "esse é o governo mais corrupto que testemunhei em 23 anos. O mais escandaloso processo de aluguel parlamentar jamais visto". Foi aplaudido mais de uma vez.

No início de seu discurso, deu a impressão de que faria de sua defesa apenas uma despedida. Gastou parte do tempo a fazer agradecimentos a parentes, funcionários, colegas, eleitores e outras pessoas que o acompanharam em sua vida pública. Enquanto falava nesse momento, o plenário fez silêncio para ouvi-lo. Muitos de ficaram pé.

Depois disso, foi subindo o tom de seu discurso, abrindo com uma frase de efeito. "Trago aqui a minha cabeça e a minha palavra. Vocês poderão ficar com a primeira, após ouvir a segunda", citando o advogado e político francês Jean Didier (1800-1881). Reafirmou todas as acusações feitas anteriormente e negou tê-las feito por interesse pessoal.

Apelou ao Congresso, para que não se transforme numa Geni (em referência à prostituta, personagem e música de Chico Buarque) nem permita que as relações entre os parlamentares se transforme numa luta entre irmãos. "Entrego meu mandato aos senhores (deputados). Se tiver que sair, saio de cabeça erguida".

Ao final, foi aplaudido. Após sua defesa, houve discursos de vários parlamentares.

Até pouco antes do início da apuração dos votos, o clima era de incerteza sobre o resultado da votação. "Acho que o placar vai ser apertado, com a cassação vencendo com uns 15 votos", disse o deputado Fernando Gabeira (PV-RJ) ao blog do jornalista Fernando Rodrigues.



Escrito por christian theodore às 20h31
[] [envie esta mensagem]


 
   Maninha está com um pé fora do PT

Maninha desiste do Buriti

Deputada avisa que não disputa prévia e após eleição interna define se deixa PT

A deputada federal Maria José Maninha (PT) estará fora das prévias do partido, que escolherão, no ano que vem, o candidato petista que concorrerá à sucessão do Palácio do Buriti. Integrante do chamado Bloco Parlamentar de Esquerda do PT no Congresso Nacional, formado por 21 parlamentares à beira do rompimento definitivo com a legenda, Maninha afirma que ainda não decidiu se permanece do partido.

Ela só baterá o martelo sobre uma possível desfiliação após o Processo de Eleição Direta (PED), que acontece no dia 18 próximo, e trocará os dirigentes nacional e regionais do PT em todo o País. Maninha apóia a oposição; no DF está com a chapa encabeçada por Chico Machado.

A expectativa dos integrantes do bloco é de que as eleições petistas simbolizem uma mudança de rumos na legenda. Caso deixe o partido, Maninha será a segunda baixa do partido no DF e poderá ser a terceira na Câmara dos Deputados. Na semana passada, o senador Cristovam Buarque oficializou a saída do PT e anunciará nos próximos dias o ingresso no PDT. O deputado federal André Costa (RJ) já deixou o partido e João Alfredo (CE) anunciou que fará o mesmo.

- Ninguém sai sem lutar. Vamos analisar as condições no pós-PED. Regionalmente eu não teria problemas para permanecer no partido, mas a situação é nacional. Aqui, no entanto, a situação é semelhante ao quadro nacional, pois temos 60% da direção partidária comandada pelo Campo Majoritário. A única diferença é que a esquerda aqui tem mais representantes eleitos - afirma Maninha.

Hoje, Maninha e os deputados distritais Chico Leite, Arlete Sampaio e Paulo tadeu participam de um ato político contra a corrupção e em defesa do socialismo, às 16h, no auditório Petrônio Portela, no Senado Federal. Promovido pelo bloco de esquerda, o evento contará com a participação de militantes, políticos, intelectuais e de um dos candidatos à presidente do PT, Raul Pont, integrante da corrente Democracia Socialista (DS). Movimentos semelhantes aconteceram no Rio Grande do Sul, São Paulo, Pernambuco e Ceará.

Uma grande dificuldade vivida por Maninha caso decida deixar o partido seria escolher, em 15 dias, uma legenda para ingressar. Na avaliação da deputada, o PSol não está regularizado e sequer conta com um conteúdo programático. Ela também mostra resistência a PSB, PPS e PDT, apesar de serem partidos de esquerda.


v

Escrito por christian theodore às 20h29
[] [envie esta mensagem]


 
   Paulo Octávio articula para Roriz ser Vice de Maia

PFL defende chapa com Maia e Roriz

Paulo Octávio aposta que a dobradinha seria ideal para conquistar o Palácio do Planalto e evitar reeleição de Lula

Mariana Santos

A pré-candidatura do governador Joaquim Roriz à Presidência da República foi abraçada publicamente pelo PFL. Durante a solenidade de inauguração da primeira etapa da rede de esgotos do Setor Habitacional Taquari, na manhã de ontem, o senador Paulo Octávio, presidente regional do partido, quebrou o protocolo e pediu o microfone após discurso da vice-governadora. O senador afirmou que o PFL está ''firme'' ao lado de Roriz, e vê ''com muita simpatia'' a discussão em torno do nome do governador para a candidatura ao Palácio do Planalto.

- Ainda não houve uma conversa específica entre o PFL e Roriz sobre isso, mas o senador Jorge Bornhausen [presidente nacional do PFL]tem simpatia por ele. O PFL nacional vê com bons olhos uma possível aliança com o PMDB. Vamos esperar passar este momento de filiações para avaliar as possibilidades de costurar uma aliança PFL e PMDB - disse Paulo Octávio ao JB.

O pefelista destaca ainda que uma possível chapa encabeçada pelo prefeito do Rio de Janeiro, César Maia, e trazendo como vice Joaquim Roriz, seria uma ''ótima parceria'' para derrubar o projeto de reeleição do presidente Lula.

Roriz, que vem usando de muito jogo de cintura para manter unido seu grupo aliado e os cinco pré-candidatos à sucessão do GDF, voltou a dizer ontem que poderá permanecer no Palácio do Buriti até o final do mandato. Com a desincompatibilização até abril, caso decida concorrer a um cargo eletivo no ano que vem, o governador entregará as chaves do governo à vice Maria de Lourdes, candidata tucana ao GDF.

- Não sei se será necessário sair, ainda tem muito tempo para pensar nisso. Tudo depende do interesse da cidade. O importante agora é fazer o melhor e não se preocupar com questões de eleições - disse.

Em seu discurso, Roriz atacou o PT afirmando que ''eles estão em dificuldades por que não têm Deus no Coração'', e rasgou elogios ao senador Paulo Octávio.

- É um senador ilustre, gerador de empregos, trabalhos, com grande responsabilidade sobre a cidade - disse.

Taquari - Ontem, o governador inaugurou a primeira etapa da rede de esgotos do Setor Habitacional Taquari. Localizado nas proximidades de uma Área de Proteção Ambiental (APA), o setor recebeu 1.060 ligações de esgotos com 38 quilômetros de extensão, além de uma estação elevatória. A Caesb investiu R$ 3 milhões e atenderá 12 mil pessoas. Em abril, a companhia inaugurou a primeira etapa da rede de água no Taquari.

De acordo com Fernando Leite, presidente da Caesb, as obras de saneamento fazem parte do Programa Água Nossa II, que soma investimento de R$ 600 milhões para alcançar o objetivo de atingir 100% de abastecimento de água potável em todo o DF até o final do ano que vem.

- Não estou atrás de promoção pessoal, só quero cumprir meus compromissos com o povo - garantiu Roriz.

O governador também anunciou que as obras de duplicação DF-005 e da Estrada Parque Paranoá, que dão acesso ao Taquari, já foram licitadas. O custo previsto é de R$ 15 milhões



Escrito por christian theodore às 20h25
[] [envie esta mensagem]


 
   Gal faz 60 anos e ainda é a maior cantora do Brasil

  src="/boxbuilder.js"> 02/09/2005 - 00h09
Gal Costa considera "ousado" disco novo, só de inéditas

ANTONIO FARINACI
Editor de Música


> Alinhamento = "http://m.i.uol.com.br/gal218153tvuol.jpg"; MontaTopo(); MontaPhoto('TV UOL|http://m.i.uol.com.br/gal218153tvuol.jpg|Gal fala à TV UOL sobre disco '); MontaBox('assistir|http://tvuol.uol.com.br/musica/entrevista/2005/09/02/ult2471u80.jhtm target=_blank|ASSISTA À ENTREVISTA','instalar|http://audio.uol.com.br/uolmusica/musicas/gal_costa/Jurei.mp3|BAIXE MP3 DA FAIXA "JUREI"','ler|http://musica.uol.com.br/ultnot/2005/08/19/ult89u5909.jhtm|VEJA LETRA DA MÚSICA','bt_audio.gif|http://app.uol.com.br/radiouol/linklista.php?nomeplaylist=008937-0<@>Hoje&opcao=umcd target=_blank|OUÇA "HOJE" NA RÁDIO UOL','bt_audio.gif|http://www1.uol.com.br/radiouol/abreradio.htm?canal=266|OUÇA SUCESSOS DE GAL'); MontaBase(); BBhide();
TV UOL
Gal fala à TV UOL sobre disco

"É um disco ousado", diz Gal Costa sobre o 32º álbum de sua carreira, "Hoje", que chega às lojas na próxima segunda-feira (5). "Ele é 100% de músicas inéditas e 80% de compositores novos", quantifica a cantora, que desde 1999 se dedicava a regravações de clássicos da MPB.

"Eu saí da outra gravadora (Indie/Som Livre) porque eles queriam que eu fizesse um outro disco de 'clássicos' e eu queria um disco de inéditas", enfatiza.

Em entrevista exclusiva concedida à TV UOL, a cantora, que faz 60 anos este mês, falou sobre "Hoje", sobre o disco dedicado ao repertório do trompetista e cantor americano Chet Baker, já previsto no contrato com sua nova gravadora, a Trama, e escolheu os cinco títulos mais significativos de sua discografia (dentre os quais inclui o mais recente).

Gal acredita que o repertório do disco, majoritariamente produzido por compositores ainda pouco conhecidos do grande público, como Tito Bahiense, Junio Barreto e Péri, entre outros, trouxe uma novidade para o seu trabalho, e também para o trabalho do tecladista Cesar Camargo Mariano, produtor e arranjador do disco.

"Acho que algumas músicas ali talvez o Cesar não tivesse escolhido, mas isso acabou dando um frescor para o trabalho dele", considera a cantora.

Na entrevista, Gal falou também das composições inéditas feitas para ela por Chico Buarque ("Embebedado", em parceria com José Miguel Wisnik) e Caetano Veloso ("Luto"), e do dueto com o cantor congolês Lokua Kanza, de quem gravou três canções.

"Hoje" só chega às lojas na próxima segunda (5), mas uma faixa do disco, "Jurei" , já está em UOL Música para download em MP3.

Para fazer o download da música, de Nuno Ramos e Eduardo Climachauska, clique no link abaixo com o botão da direita do mouse, escolha "Salvar" ou "Save Target As":

"Jurei"



Escrito por christian theodore às 23h10
[] [envie esta mensagem]


 
   Esquerda se une pela cassação de Severino!

Tuca Pinheiro
 foto: Tuca Pinheiro
Um verdadeiro arrastão no Câmara, com a participação de parlamentares do PPS, PDT, PV, PFL, PSDB, PSOL e da ala esquerda do PT marcou a entrega do pedido de cassação de Severino Cavalcanti. CONFIRA A ÍNTEGRA DA REPRESENTAÇÃO.
Partidos entregam pedido de
cassação de Severino Cavalcanti
O processo que pode resultar na cassação do presidente da Câmara, Severino Cavalcanti (PP-PE), já é uma realidade. Nesta terça-feira, os presidentes, líderes e parlamentares do PPS, PDT, PV, PFL e PSDB, com apoio do PSOL e de deputados da ala esquerda do PT entregaram a representação por quebra de decoro ao presidente do Conselho de Ética, Ricardo Izar (PTB-SP). Ele se comprometeu a instaurar o processo nesta quarta-feira, quando também indicará o relator da matéria. Severino é acusado de cobrança de propina para prorrogar contratos de restaurantes da Câmara.
Bancada do PPS
destaca ação do
partido em defesa
das investigações
CNT/Sensus: Freire
está com 7,7% dos
votos na disputa
para presidente
Freire critica
o recuo do PT e
ataca estratégia
diversionista
Genoíno repete
estratégia do
PT de negar tudo,
analisa Coruja


Escrito por christian theodore às 22h10
[] [envie esta mensagem]


 
   Bela loura!



Escrito por christian theodore às 20h50
[] [envie esta mensagem]


 
   Viva Cidinha!

Terça-feira, 13 de setembro de 2005
Deputada acusa Waldomiro de patrocinar extorsões

Brasília - Em depoimento à CPI dos Bingos, a deputada estadual Cidinha Campos (PDT-RJ) acusou o ex-assessor parlamentar da Casa Civil, Waldomiro Diniz de patrocinar dois esquemas de extorsão no período em que presidia a Loteria do Rio de Janeiro (Loterj). Cidinha Campos não apresentou provas.

Ela disse que soube dos dois esquemas pelos relatos do funcionário da Assembléia do Estado Jorge Luiz Dias, hoje assessor do deputado Marcos Abraão (PSDC), que na época trabalhava com o deputado Valdeci de Paiva (PSL), assassinado janeiro de 2003. A deputada disse que Jorge a autorizou a citar seu nome.

Um dos esquemas de Waldomiro, conforme informou à CPI, era o de arrecadar propinas de R$ 1 milhão por mês das casas de bingo, dando em troca a garantia que os estabelecimentos não seriam fiscalizados.

O outro esquema teria ocorrido por meio da agência de publicidade Job, instalada em Niterói, com quem Waldomiro teria feito um contrato de repassar R$ 15 milhões no período de um ano. "Só que em vez de fazer a publicidade, a Job passava o dinheiro a Waldomiro e seus comparsas e ao deputado Bispo Rodrigues (PL-RJ), referindo-se ao deputado que renunciou ontem para não ter o mandato cassado por causa de seu suposto envolvimento no esquema do mensalão.

Amigo

Está depondo na CPI o advogado Denivaldo Henrique Almeida, suspeito de envolvimento no esquema de extorsão da multinacional Gtech do Brasil. Ele nega as acusações, mas não convenceu os senadores. A quebra de seu sigilo bancário mostra que ele ligou 16 vezes para o celular do vice-presidente da Caixa Econômica Federal, João Carlos Garcia, no período de renovação do contrato da empresa com a Caixa.

Denivaldo apresentou duas versões para as ligações. Primeiro, disse que ligava para pedir uma audiência a fim de exibir um equipamento que poderia substituir a Gtech. Depois, afirmou que Garcia é seu amigo de longa data.

O relator da CPI, Garibaldi Alves (PMDB-RN), quis saber por que em agosto de 2003 ele fez um depósito de R$ 10 mil para o deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP), como mostra a quebra de seu sigilo bancário. Ele disse que também é amigo de Greenhalgh e que, na ocasião, estava devolvendo um empréstimo em dinheiro que recebeu do deputado "há muito tempo".



Escrito por christian theodore às 20h22
[] [envie esta mensagem]


 
   Cidinha Campos figura de honra nesse Blog

Meu amigo Brizola queria mudar o mundo

(Cidinha Campos)

Tive o privilégio de conviver com Brizola desde 1982.  No nosso primeiro encontro, durante uma entrevista na rádio em que eu trabalhava -, ele ainda era candidato à primeira eleição direta para o governo do Rio, depois da Anistia.

Política era assunto proibido. O candidato podia, apenas, falar da sua vida. Ele falou. Foi contando, pausada e serenamente, a sua história. E quanta história, quanta vida ele tinha pra contar.

Naquele dia, me dei conta, de que o Diabo não era feio como pintavam. E mais: era um ser humano extraordinário, como eu nunca tinha visto, antes e como ainda não vi, depois.

Descobri, com a convivência, porque ele tinha sido o saco de pancada preferencial da ditadura e da imprensa. Brizola não respeitava as regras do jogo que a política combina com as classes dominantes.

No Rio Grande do Sul, executou o primeiro projeto de reforma agrária do Brasil.  Construindo milhares de escolas e implantando um projeto educacional de base, fez com que o seu estado tenha, até hoje, o mais elevado índice de alfabetização de todo o país. E teve coragem de encampar a multinacional Bond & Share.

Cuidar da educação do povo, distribuir a terra improdutiva e defender a economia nacional colocaram Brizola na alça de mira da elite brasileira.  E ela, como sabemos, não nega fogo.

Nas duas vezes em que governou o Rio, não foi diferente. Seu projeto educacional foi violentamente bombardeado. Não era possível gastar tanto dinheiro com escola de pobre.

A direita venceu a batalha e os milhares de troféus pela vitória foram divididos entre todos nós: estão nas ruas, à deriva, sem carinho, sem instrução, cheirando cola, pedindo esmola, matando e sendo mortos.

Nesses vinte e dois anos, tivemos algumas discordâncias. Os estopins de nossos temperamentos entravam em combustão e não conseguíamos superar as diferenças.

Mas, cada vez que a gente brigava mais se gostava, principalmente porque a admiração imensa que sentia por ele mantinha-se imune a qualquer contratempo.

A volta era sempre calorosa.  Daquele seu jeito de que sinto tanta falta ele dizia: "Cidinha, nós somos feitos de madeira de lei.  Quando se atrita, sai faísca".

Era um homem de muitas qualidades. Uma delas me chamava a atenção. Nunca o ouvi falar mal do povo. Quando perdia uma eleição, afirmava: "O povo está certo, nós é que não soubemos entender sua mensagem. É o processo social, o povo sabe o que faz".

Às vezes em que estive com ele, no Palácio Guanabara, deparei-me com um governante que dispensava o conforto e as facilidades do cargo. Seu gabinete era quase franciscano. Não se inebriava com o luxo que a República herdou do Império. Muito diferente desses que andam, hoje, por aí, voando alto e caro...

Na intimidade, era engraçado e divertido. Grande contador de "causos" e um frasista de rara inspiração.

Distinguia-se no tratamento que dispensava às mulheres: um cavalheiro. Extremamente gentil, atento e educado. Caminhava à vontade pelas ruas. Para nós, companheiros de Partido, ele era o "doutor", o "governador". Na calçada, o que se ouvia era "Fala, Brizola", "Dá-lhe, Brizola"!

E ele respondia a todos, sorrindo, abraçando e sendo abraçado. Quem não o conhecesse não diria que ali estava um dos mais destacados líderes da Internacional Socialista e o político brasileiro mais importante da última metade do século passado e dos primeiros anos deste XXI.

Era singelo o sonho de Brizola: em um país rico como o nosso, é inadmissível que o povo viva na miséria, ignorante, doente e desempregado. Para realizá-lo era preciso mudar o rumo da História. Ele lutou por isso até seu último instante. Esta foi a herança que nos deixou. Tomara que sejamos dignos dela.

CIDINHA CAMPOS
Deputada Estadual/PDT-RJ



Escrito por christian theodore às 20h21
[] [envie esta mensagem]


 
   Conceitos da sexualidade abordados no filme

Borboletas da Vida
Documentário mostra homens que se vestem de mulher nos municípios da baixanda fluminense


Da Redação

21/7/2005
 

O Espaço B, núcleo de discussão sobre a bissexualidade, vai exibir nesta quinta-feira, 21/7, o documentário “Borboletas da vida”.

O filme, dirigido por Vagner de Almeida, foi realizado pela Associação Brasileira Interdisciplinar de Aids, no âmbito do projeto Juventude e Diversidade Sexual. O documentário foi produzido a partir de uma seleção entre mais de 50 horas de filmagens em Austin e Nova Iguaçu, municípios da baixada fluminense.

Foram entrevistados jovens homossexuais que se vestem de mulher e vivem na periferia. Há um intercruzamento de duas situações de exclusão: a pela via da orientação sexual e a pela pobreza. Eles são “borboletas” da vida brasileira que nasceram lagartas, mas se transformaram em algo mais bonito e colorido, mesmo na situação de miséria em que vivem. Misturando sexualidades diversas, eles criam e recriam o próprio sexo e experimentam possibilidades e limites dos gêneros masculino e feminino.

O filme mostra como é possível enfrentar, com determinação, o preconceito. A luta pelo direito à diferença é bem traçada. O próprio diretor ressalta como essas pessoas brigaram para se inserir na sociedade onde nasceram. Na época das filmagens, Vagner lembra que um morador da Rua do Xuxu, em Austin, chegou a comentar “com tanta gente bonita, você vai querer pegar justamente esses lixos?”.

O filme também tem o mérito de apresentar o tema sem clichês ou paternalismo. Retrata, no período de 24 horas, a vida desses jovens e como eles “trazem a mulher na bolsa” para se transformarem em outro sexo.

Longe, porém, de reduzi-los a travestis ou transformistas, o diretor optou por apresentar como essas categorias, apesar de cômodas, podem ser vazias. Além disso, mostra como ser travesti ou transexual não implica, necessariamente, em transformar-se em profissional do sexo. O foco é mais nas transformações que cada sujeito deu a sua sexualidade.

"O filme retrata as transformações de gênero e por isso se chama Borboletas da vida. Porque esses meninos conseguem conviver com a homossexualidade deles, mas, em certo instante num fim de semana, entre às 9 horas da noite e 3 ou 4 horas da madrugada, eles se transformam completamente em mulheres. E por volta das 4, 5 da manhã, tiram a roupa e voltam a ser rapazes. É como se despedir de um casulo e colocar uma fantasia, que são suas asas de borboleta", diz o diretor.

Na bolsa desses rapazes estão perucas, calcinhas, tamancos, pulseiras e, em certos casos, a maquiagem. "Registrei toda a construção, os truques que eles usam para se transformar em meninas", diz Vagner.

O cruzamento entre homossexualidade e pobreza é bem nítido. Por exemplo, alguns têm dinheiro para comprar maquiagem, outros não. Outro ponto importante é a solidariedade na hora da montação, desde o empréstimo de materiais até a ajuda mútua na hora do “truque da Pirelli”, como eles chamam usar enchimentos para simular formas mais femininas.

Malena, que contribuiu com seu depoimento para o filme, enfatiza o caráter sigiloso desse processo. "Isso é até um segredo de estado. Não é todo homossexual que demonstra a questão da montação. Tem a maquiagem, o truque da Pirelli, muita coisa que você coloca para se transformar naquela mulher maravilhosa”.

Depois de “Borboletas da vida”, o expectador fica com impressão que os conceitos de homo, bi ou heterossexualidade não servem para nada.

 



Escrito por christian theodore às 20h18
[] [envie esta mensagem]


 
   Filme brasileiro sobre jovens gays da periferia ganha prêmio

13/9/2005 - 14:15
:: NY: Filme sobre trans ganha Festival de Cinema Brasileiro

O Filme “Borboletas da Vida”, de Vagner de Almeida, foi o vencedor na categoria documentário no Festival de Cinema Brasileiro de Nova York. O resultado foi divulgado nesta segunda-feira, 12/9.

O filme é uma realização da Associação Brasileira Interdisciplinar de Aids, no âmbito do projeto Juventude e Diversidade Sexual. Foi produzido a partir de uma seleção entre mais de 50 horas de filmagens em Austin e Nova Iguaçu, municípios da baixada fluminense.

Nas filmagens, foram entrevistados jovens homossexuais que se vestem de mulher e vivem na periferia. Há um intercruzamento de duas situações de exclusão: a pela via da orientação sexual e a pela pobreza. Eles são “borboletas” da vida brasileira que nasceram lagartas, mas se transformaram em algo mais bonito e colorido, mesmo na situação de miséria em que vivem. Misturando sexualidades diversas, eles criam e recriam o próprio sexo e experimentam possibilidades e limites dos gêneros masculino e feminino.

Veja matéria relacionada:
Borboletas da Vida
Documentário mostra homens que se vestem de mulheres nos municípios da baixanda fluminense



Escrito por christian theodore às 20h16
[] [envie esta mensagem]


 
   Minha homenagem a Ronald Golias, melhoras grande humorista!

Divulgação/SBT
Ronald Golias durante gravação do programa 'A Praça é Nossa', do SBT. O humorista está internado em estado grave em São Paulo
Leia mais
 


Escrito por christian theodore às 20h13
[] [envie esta mensagem]


 
   Wahrol

AFP
Exposição de obras do pintor norte-americano Andy Warhol em Moscou inclui o quadro "Gun", concluído em 1982
 


Escrito por christian theodore às 20h10
[] [envie esta mensagem]


 
   Maninha pode voltar para o PDT e seguir Cristóvam

Após saída de Cristovam, deputada Maninha pode deixar o PT

Éderson Marques
Do CorreioWeb

13/09/2005
19h10
-Após a saída do senador Cristovam Buarque do PT, na semana passada, mais uma petista do Distrito Federal pode deixar a sigla logo depois das eleições internas do partido, que ocorrem no próximo dia 18. A deputada federal Maninha disse nesta terça-feira que apenas um “milagre” na disputa interna pode segurá-la no PT. “Somente se a esquerda vencer as eleições eu continuo. Mas isso seria um milagre”, avaliou.

Na opinião da parlamentar, a forma do PT de encarar a crise política pode provocar uma debandada logo após o Processo de Eleição Direta (PED). “Dos 21 parlamentares que compõem o Bloco Parlamentar de Esquerda do PT, 18 pensam em abandonar o partido logo após as eleições”, estimou. Maninha disse que não sabe qual será a posição dos colegas Arlete Sampaio, Chico Leite e Paulo Tadeu sobre a permanência no partido. “É uma escolha pessoal. Ninguém me procurou para conversar”, revelou.

Caso opte pela saída do PT após o PED, Maninha precisa se filiar antes do final do mês para concorrer às eleições de 2006. O prazo foi estipulado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Posso ficar sem partido também. A crise coincidiu com o calendário eleitoral e para nós, parlamentares, o mandato é a melhor ferramenta para discutir temas relevantes”, disse. A deputada afirmou que não recebeu nenhum convite formal de partidos até o momento. “Conversamos pelos corredores, mas não tem nada certo ou pré-acordado”.

Crise
O Bloco Parlamentar de Esquerda do PT avalia que a atual crise política “arranha” a imagem do Parlamento. De acordo com o deputado João Alfredo (PT-CE), as graves denúncias sobre o presidente da Casa, Severino Cavacanti (PP-PE), precisam ser apuradas o mais rápido possível. “O PT tem a obrigação de levar Severino ao Conselho de Ética da Casa. As provas são concretas”, disse. Severino é acusado de receber propina de um concessionário de restaurante da Câmara, Sebastião Buani.

Para a deputada Maninha, a situação ficou insustentável. “Por muito pouco o Dirceu está sendo processado. Não há provas contra ele. O Severino é diferente. O empresário [Buani] já mostrou documentos. Testemunhas contaram a mesma versão dos fatos. Não há como negar”, disse. Na opinião da parlamentar, a melhor saída para Severino seria a renúncia.

A deputada Dra. Clair (PT-PR) preferiu comentar as desavenças da esquerda petista com a direção do partido. “A decisão é do Severino [sobre renunciar ou não]. O que precisamos é focar nossas forças para reerguer a imagem do PT. Mas o partido segue uma linha perigosa ao ‘apoiar’ o presidente [da Câmara]”, avaliou.

Em resposta ao momento delicado que vive o governo e o PT, o Bloco Parlamentar de Esquerda vai promover um ato contra a corrupção. Nesta quarta-feira, militantes, políticos e intelectuais se reúnem no auditório Petrônio Portela, no Senado Federal, às 16h. A idéia é defender o socialismo e demonstrar a indignação com a corrupção que se instalou no governo.


Escrito por christian theodore às 20h06
[] [envie esta mensagem]


 
   A beleza da vida

Incubadeira
12/09 - 10:22 - Foi rápida a resposta de Britney Spears para os comentários sobre o possível nascimento de seu filho, nesta segunda-feira. A cantora acaba de divulgar pelos sites da Inglaterra e dos Estados Unidos que não deu entrada às pressas no hospital e muito menos que está em trabalho de parto. Na verdade, Britney ainda tem um mês pela frente antes de nascer seu filho London. Isso mesmo: é esse o nome dele.
Britney e London: ainda na barriga
Britney e London: ainda na barriga
Foto: Reprodução


Escrito por christian theodore às 08h53
[] [envie esta mensagem]


 
  
'Que o luxo seja acessível a todos'

O filósofo francês Gilles Lipovestky diz que o consumismo não é um mal e defende o direito ao supérfluo

Norma Couri

Divulgação
lipovetsky: ‘No Brasil, até uma executiva é símbolo sexual e as mulheres querem agradar ao homem mais do que as européias’

lipovetsky: ‘No Brasil, até uma executiva é símbolo sexual e as mulheres querem agradar ao homem mais do que as européias’

A eternidade e os mistérios da humanidade ele deixa para os colegas. O filósofo e sociológo francês Gilles Lipovetsky pensa é sobre a matéria, o consumo, o sexo, o luxo e o ''hipermodernismo'' (o termo é dele, cunhado com a autoridade de quem ajudou a difundir a palavrinha ''pós-moderno''). Não tem medo do efêmero nem de desafiar, com sua Terceira mulher, a autora mítica de O segundo sexo, Simone de Beauvoir (1908-1986). Suas idéias causaram frenesi na França dos anos 80 e no século 21 ele virou guru no Brasil, onde todos os seus livros foram publicados. Agora ele acaba de lançar Luxo eterno: da idade do sagrado ao tempo das marcas e aguarda a publicação do próximo, sobre a felicidade e a sociedade de hiperconsumo. Mas moda é o assunto mais associado ao pensador.

- No Brasil, até uma executiva é símbolo sexual. O sexo está na cabeça da maioria das pessoas. As brasileiras querem agradar ao homem mais que as européias - diz ele ao JB.

Os leitores de seus sete livros não são objeto de seus estudos. Quem lê Lipovetsky não age como autômato ou marionete, e o comprador compulsivo não se detém sobre a culpa de ter ou não um Chanel ou um Armani.

O filósofo bebe cerveja e ri ao responder sobre o sonho de consumo dos homens.

- Não ficar impotente. Tudo gira em torno disso na cabeça do homem. Pronto, meus segredos foram descobertos!

Aos 61 anos, casado, duas filhas, os olhos verdes realçados pelo súbito banimento dos óculos, ele não se importa de não parecer um intelectual clássico, nem de apresentar um ar infeliz ao admitir não ter encontrado a felicidade.

- Felicidade não tem nada a ver com bens materiais.

O que parece uma contradição com a relação que ele estabelece entre aquisição de luxo e ilusão da compra de pequenas fatias de felicidade.

- Uma coisa e outra são verdadeiras. As pessoas se sentem melhor possuindo um objeto que consideram ''um luxo'' e se julgam felizes por isso. Por que condenar esse gozo? Luxo não traz felicidade, mas indica caminhos para se chegar mais perto dela.

Mesmo que esse pequeno luxo seja uma falsificação de Louis Vuitton feita no Marrocos ou um Cartier asiático?

- Só temos esta vida. Temos que procurar o prazer aqui, com as posses que temos. Se ela nos permite luxos, vamos a ele.

 



Escrito por christian theodore às 08h40
[] [envie esta mensagem]


 
  

- Que mal há em se ter um pouco de felicidade privada? Uma viagem, o conforto de uma casa elegante, a marca de consumo, mesmo kitsch e falsificada, que iguala as classes, democratiza a sociedade? Defendo o direito ao supérfluo para atender ao enorme jogo de aspirações.

Ele diz que ser simples não é nada simples.

- A simplicidade voluntária foi desenvolvida no Canadá. Gente que se recusa a viver no progresso da medicina ao computador, mas significa a renúncia de muitas coisas e requer profundidade.

Pode-se supor que as sociedades estão mais superficiais?

- E por quê? Por acaso os nobres do antigo regime eram menos superficiais? Vivemos numa era hipermoderna, onde tudo é descartável, mas que traz conforto e permite a um operário sonhar com uma viagem de férias, um carro, uma televisão. Não vamos ser cínicos e negar esse prazer.

Para ele, o mal é a escravidão do consumo, porque quanto mais se tem, mais se quer, e os pensadores que vieram antes de Lipovetsky já descobriram que o ser humano nunca será inteiramente feliz. O sociólogo alemão Georg Simmel (1858-1918) já se preocupava, no final do século 19, com a maneira como um homem imita o outro em seus costumes.

Outros filósofos, como os franceses George Bataille (1897-1962), que nasceu quase meio século antes de Lipovetsky, e Jean Baudrillard, na ativa hoje, mas 15 anos mais velho que ele, estudaram a moda sem nunca se deter no fenômeno. E outros, como Jean-Paul Sartre, fizeram a descoberta fundamental: a coisa mais difícil do mundo é ser livre.

- Mas Sartre também disse que as pessoas nunca foram tão livres quanto na resistência (ao nazismo), ou nos anos 60, quando se derrubavam tabus sexuais, familiares, profissionais. Hoje, não há a liberdade eufórica. O embate é das pessoas com elas próprias. Não há muita coisa para se combater.

A não ser, o luxo e o consumismo...

- Não vejo muita gente oprimida pela moda, porque ela já não é uma ditadura. Está bem: o luxo não traz felicidade e o anseio por ele pode trazer angústia, mas a democratização dos bens de consumo elevou a qualidade de vida e o gosto estético, promoveu a ida aos museus.

Para Lipovetsky, isso vale, mesmo que as pessoas não se detenham diante de quadro algum e percorram grandes exposições em fila contínua.

- Enquanto estão nos museus não estão nos shoppings.

Mas o estímulo da propaganda e a veiculação da riqueza nas telenovelas não pode provocar violência e fazer mais mal do que bem às classes mais baixas? Lipovetsky diz que sim e não.

- Ao longo da história, o luxo sempre existiu. Só que agora está mais à mão. Não nego que crie frustração, mas também estimula o crescimento. A cobiça está na raiz de tudo, mas não posso colocar no luxo a culpa pela violência do mundo, nem pela corrupção dos políticos no Brasil.



Escrito por christian theodore às 08h33
[] [envie esta mensagem]


 
  

Educador espanhol mostra por que jovem pode ser mau aluno

SÃO PAULO - Pais desesperados, professores desacreditados, como lidar com o mau aluno? Um livro que acaba de ser lançado no Brasil do educador espanhol Álvaro Marchesi detalha razões que levam a criança ou o adolescente a ir para a escola e não aprender.

Ele deixa de lado os hoje tão falados distúrbios de aprendizagem, como déficit de atenção e hiperatividade, para discutir componentes emocionais de qualquer ambiente escolar: a necessidade de se afirmar perante o grupo, a falta de motivação pelo medo do fracasso, o desinteresse por causa da distância entre o que estudam e a sua realidade.

Pesquisas feitas na Inglaterra mostram que quase um terço dos alunos de ensino médio preferiria não ir à escola. E 60% dizem que "contam os minutos" que faltam para acabar a aula. Outras pesquisas européias concluem que 20% dos estudantes entre 12 e 16 anos não têm motivação para nenhuma matéria do currículo. "Ninguém gosta muito de escola", diz Victor Kerr, estudante da capital, de 11 anos.

Marchesi, o autor de O que Será de Nós, os Maus Alunos? (Editora Artmed), diz que professores e pais precisam entender a condição emocional de seus alunos e filhos antes de cobrar compromisso com a escola. "Os estudantes desmotivados ou com baixa auto-estima não se interessam pelas aulas. Conseqüentemente, o fracasso escolar provoca sentimento de incompetência, o que os leva a evitar cada vez mais a participação nas tarefas", explica.

Igor Brum Livi, de 17 anos, diz que não consegue entender matérias de exatas, como física e química. "É tão difícil que deixo pra lá e paro de prestar a atenção", conta. E vem daí, segundo o educador, muitos dos problemas de indisciplina. "Quem não consegue reconhecimento escolar busca em outras áreas, como em brigas, por exemplo", afirma Marchesi, que foi vice-ministro da Educação na Espanha nos anos 1990 e hoje é professor da Universidade Complutense de Madri e consultor da Unesco para na área de reforma educacional.

O livro fala ainda sobre a aparente contradição entre ser conhecido como mau aluno e se destacar favoravelmente na escola. Marchesi cita uma pesquisa da Universidade de Cambridge mostrando a relação estabelecida entre a dedicação ao estudo e a valorização pessoal no grupo. Quando a presteza na realização de tarefas leva a rotulações como "cdf", o resultado pode ser a desmotivação para a aprendizagem.

O cirurgião plástico Alberto Tadeu De Luis conta que foi o primeiro aluno da classe até o antigo ginásio - hoje segundo ciclo do ensino fundamental. "Todo mundo me gozava, os colegas tinham raiva de mim porque os professores me adoravam", lembra. "Então passei a andar com os maus alunos, perturbar as aulas, tirar notas baixas." Mesmo assim, foi o único do ensino médio a entrar aos 17 anos em Medicina numa universidade pública. "Fui mau aluno por opção", define. Hoje, dono da própria clínica, cobra dos filhos um bom desempenho no colégio.

Machesi acredita que apesar de exemplos como o De Luis e de gênios como Albert Einstein, um notável mau aluno, o sucesso de quem fica à margem da aprendizagem é restrito às classes média e alta, que têm outras fontes de cultura. "As crianças pobres acabam abandonando os estudos."

Duplas

Para combater o desinteresse pela escola e a quase certa descrença do professor, a solução pode estar nas experiências que valorizam a força dos iguais, diz o educador. Na Escola da Vila, que têm unidades no Butantã e no Morumbi, em São Paulo, os professores organizam em todas as aulas as crianças em duplas para que discutam as lições de casa e as tarefas do dia. Elas percebem diversas maneiras de resolver um mesmo problema e aprendem a argumentar. Depois disso, expõem à classe as conclusões.

"Para o professor, não vai importar apenas se os alunos erraram ou acertaram, o que vale é a interlocução", diz a diretora pedagógica da escola, Vania Marincek. Victor, aquele que disse que ninguém gosta de escola, conta que se diverte mais discutindo a matéria em dupla. "A aula fica mais legal e faço menos bagunça." Outra estratégia da Vila é promover tarefas entre os alunos de séries diferentes. "O estudante mais velho e que sempre teve dificuldade em matemática, por exemplo, precisa explicar a matéria para o pequeno. Isso faz com que ele assuma um outro papel, o de quem ajuda e não só o de quem é ajudado", explica Vania.

Iniciativa semelhante tem o Colégio I.L.Peretz, na Vila Mariana, que promove a tutoria entre universitários ex-alunos e atuais estudantes com problemas emocionais ou de aprendizagem. Os jovens passam duas horas por dia na casa da criança, conversando, brincando e o ajudando na lições. "Quando a criança se sente acolhida, ela se fortalece e se dedica mais aos estudos", conta o psicólogo do colégio, Bruno Weinberg. O projeto de tutoria é chamado de Perach - desabrochar em hebraico - e existe há 30 anos em escolas de Israel.

"Tudo é mais importante que a escola durante a adolescência", diz Álvaro César Giansanti, diretor do Colégio Fecap, com mais de 100 anos na Liberdade, região central. Ele fala da tentativa, às vezes em vão, de aproximar os conteúdos - e também os métodos de ensino - da realidade do aluno. Pesquisas descritas no livro de Marchesi mostram que os estudantes com menos interesse pela matéria e com menos conhecimentos iniciais progridem mais quando aprendem por meio do computador do que da forma habitual. "O difícil é aproximar da realidade coisas como logaritmo", diz Giansanti.



Escrito por christian theodore às 18h29
[] [envie esta mensagem]


 
  

Categoria: política
Escrito por christian theodore às 18h24
[] [envie esta mensagem]


 
   Goiás rumo ao título!

Epitacio Pessoa/AE
Goiás
O matador está chegando
Atacante Dodô, revelado pelo São Paulo, pode acertar com o clube nas próximas horas; ele estava no Japão
12/09/2005
Marcelo Duran
Da editoria de Esportes


O centroavante Dodô, 31, ex-São Paulo, e que estava no Oita Trinita, do Japão, poderá ser apresentado hoje, na Serrinha, como o novo reforço do Goiás para a seqüência do Campeonato Brasileiro. A provável vinda do jogador, que vem sendo muito especulada nos últimos dias, passou a ganhar força e seria antecipada devido às declarações do técnico Geninho, após a sofrida vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, no último sábado.

Segundo Geninho, que há vários dias pede maior agilidade da diretoria na busca do “homem-gol”, o Goiás passou por um sufoco desnecessário por conta da má pontaria dos atacantes. “Continuamos com uma carência muito grande no nosso setor ofensivo. Poderíamos ter vencido com um placar mais folgado, já que a gente criou várias oportunidades e elas foram desperdiçadas ao longo do jogo”, disparou o técnico.

A diretoria alviverde teria vencido o leilão disputado com Flamengo e Internacional, clubes que também estavam interessados na contratação do atleta. Em entrevista por telefone ao Diário da Manhã, Dodô não confirmou o negócio, mas revelou que há uma negociação bem adiantada entre os dirigentes goianos e seu empresário, Juan Figger.

“Sinceramente, não sei de muita coisa, mas parece que já houve um contato com meu procurador e faltaria acertar alguns detalhes financeiros”, despitou o centroavante, que chegaria com missão de resolver o problema no ataque esmeraldino, que só marcou 34 gols até agora e possui o pior poder ofensivo entre todos os times que ocupam a ponta da tabela.

Dodô, que rescindiu seu contrato com o Oita Trinita e agora descança no Brasil, afirma que quer muito voltar a atuar em seu País. O jogador já trabalhou com Geninho, no Santos, o que poderia estar facilitando sua vinda. Apesar de que estava no futebol japonês, Dodô garante que acompanhava as notícias do futebol brasileiro e elogiou a campanha do Goiás, terceiro colocado na competição, com 44 pontos, atrás apenas do líder Fluminense (45) e do Inter, que possui a mesma pontuação, mas leva vantagem no saldo de gols.

“O Geninho é um ótimo treinador e consegue tirar o máximo do potencial de qualquer jogador. Seria bom voltar a trabalhar com o Geninho”, declarou Dodô, ao lembar da estrutura que o Verdão oferece. “Todos no Brasil, principalmente aqui em São Paulo e no Rio falam muito bem do clube. Seria gratificante jogar aí, vamos ver o que acontece”, despistou.

“O presidente do Goiás, Raimundo Queiroz, desconversa e, mesmo não negando que exista o interesse do clube goiano, fala que o empresário do jogador está pedindo muito para liberar Dodô. “É um jogador que interessa, mas é caro”, disse.

O jogador quase foi para o Flamengo, mas saber que a proposta do Goiás era mais alta do que a oferta rubro-negra, os dirigentes do time carioca, principal concorrente, não disfarçaram o desânimo. “Temos um plano de orçamento. Se o Goiás tem mais condição, tudo bem. O Flamengo não vai entrar em leilão”, disse o vice-presidente de futebol do Mengão, Gerson Biscotto, em entrevista ao portal Terra.

Carreira – Dodô começou a brilhar no São Paulo, clube pelo qual conquistou seu único título, o Campeonato Paulista de 1998. Antes, jogou no Nacional-SP e Fluminense. Depois, passou por Paraná, Santos, Botafogo, Palmeiras e Ulsan Hyundai, da Coréia, além do Oita Trinita.



Escrito por christian theodore às 18h21
[] [envie esta mensagem]


 
   O nu como propaganda

Reuters
Manifestante corre no gramado durante jogo entre Austrália e Inglaterra pelo Campeonato de Críquete, em Londres. Ele trazia escrito em suas costas o endereço de um site sobre dieta vegetariana
 


Escrito por christian theodore às 18h15
[] [envie esta mensagem]


 
  
AFP
Mulher passa de bicicleta em frente aos modelos que posaram pelados, em Lyon, na França, para o fotógrafo Spencer Tunick, que registra voluntários nus pelo mundo desde 1992. Em 2002, ele passou pelo Brasil e registrou pelados no parque Ibirapuera, em São Paulo
 


Escrito por christian theodore às 18h12
[] [envie esta mensagem]


 
   Cow parade in Sampa

Divulgação
A "Muuuwatch", de Morandini, está na frente do Clube Chocolate, na rua Oscar Freire
 
Rogério Cassimiro/Folha La vaca Miranda!


Escrito por christian theodore às 15h25
[] [envie esta mensagem]


 
   Invenção maravilhosa para evitar o estupro

31/08/2005 - 13h57
Sul-africana cria camisinha feminina antiestupro

Reuters  
Sul-africana apresenta a camisinha feminina antiestupro
KLEINMOND, África do Sul (Reuters) - Uma inventora sul-africana apresentou na quarta-feira uma camisinha feminina antiestupro, que se gruda ao pênis do agressor. A invenção tem o objetivo de reduzir uma das maiores taxas de estupros do mundo.

"Ninguém nunca fez nada para ajudar as mulheres, para que elas não sejam estupradas, e achei que já estava mais que na hora", disse Sonette Ehlers, 57, sobre o "rapex" (algo como "estuprex"), um dispositivo parecido com um absorvente interno (ou "tampax") que já causa polêmica no país.

As estatísticas policiais mostram que mais de 50 mil estupros são registrados por ano na África do Sul. Especialistas dizem que o número real pode ser o quádruplo disso, já que a maioria dos estupros em que os agressores são pessoas conhecidas, ou em que a vítima é criança, não é denunciada.

Ehlers disse que o "rapex" gruda-se à pele do agressor, dando à vítima tempo para fugir, além de ajudar a identificar os culpados.

"Ele vai estar muito preocupado a essa altura", disse ela a repórteres em Kleinmond, uma pequena cidade turística cerca de 100 km a leste da Cidade do Cabo. "Garanto que vai doer bastante. Ele vai direto para um hospital."

O dispositivo, feito de látex e fixado por farpas afiadas, só pode ser removido cirurgicamente. Assim, a equipe do hospital vai ficar sabendo do estupro e denunciá-lo à polícia, explicou a inventora.

O "rapex" também reduz a possibilidade de a mulher ficar grávida ou pegar Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis, já que funciona como uma camisinha feminina.

A África do Sul é o país que mais tem vítimas do HIV/Aids no mundo todo. Um em cada nove de seus 45 milhões de habitantes está infectado.

Ehlers, que apresentou um protótipo do dispositivo na quarta-feira, disse que as mulheres já o testaram para ver se ele pode ser usado confortavelmente, mas que a camisinha nunca foi testada num homem de verdade, apenas num modelo de plástico. A produção deve começar no ano que vem.

Mas o "rapex" causou preocupação entre ativistas antiestupro, que temem que ele faça aumentar a violência contra as mulheres. "Se a vítima estiver usando um dispositivo como esse, o agressor pode ficar ainda mais furioso, o que pode causar mais danos", disse Sam Waterhouse, da entidade Rape Crisis.

Outras pessoas acusaram a camisinha de ser um método medieval e bárbaro -- adjetivos que, para Ehlers, deveriam ser usados para o estupro.

  
   



Escrito por christian theodore às 15h19
[] [envie esta mensagem]


 
   O corpo humano



Escrito por christian theodore às 14h59
[] [envie esta mensagem]


 
   A beleza do nu inspirado em Botero

Anonyme



Escrito por christian theodore às 14h48
[] [envie esta mensagem]


 
   Spencer Tunick, o fotógrafo das massas nuas

 Fotógrafo clica corpos nus na França
Foto: Reuters
França, 11/09/2005 - Cerca de 1500 voluntários posaram para as fotos


Escrito por christian theodore às 14h24
[] [envie esta mensagem]


 
   Gisele, A bela

 Gisele Bündchen estrela comercial nua e tatuada
Foto: Divulgação
São Paulo, 09/09/2005 - A top Gisele Bündchen posa completamente nua e tatuada
 Gisele Bündchen estrela comercial nua e tatuada
Foto: Divulgação
São Paulo, 09/09/2005 - A top Gisele Bündchen posa completamente nua e tatuada


Escrito por christian theodore às 14h18
[] [envie esta mensagem]


 
   Notícias musicais

Chris Martin: taradão
Novo álbum do Coldplay foi inspirado em pornografia
language=Javascript> var creditostxt = ""; var lnkemail = ""; if (creditostxt != "") { if (lnkemail != "") { document.write("" + creditostxt + ""); } else { document.write("" + creditostxt + ""); } }
Comente

Quem diria: as notas melódicas e o tom choroso de Chris Martin no álbum “X&Y”, o mais recente do Coldplay, foram inspiradas em...pornografia. A informação é do próprio líder da banda que, em declaração ao tablóide The Sun, afirmou que a maioria da sua inspiração veio de pornografia.

“Talvez depois [de saber] disso vocês poderão entender Hardest Part ou até ‘Til Kingdom Come de uma maneira diferente”, disse ele.



Escrito por christian theodore às 13h59
[] [envie esta mensagem]


 
   Maluf enfim atrás das grades


 

Domingo, 11 de Setembro de 2005
Ex-prefeito ganha quibes




O vereador Agnaldo Timóteo e o deputado estadual Antonio Salim Curiati estiveram ontem sede da Polícia Federal em São Paulo para tentar fazer uma visita a Paulo Maluf. Agnaldo Timóteo conversou com os policiais que informaram que as visitas ao ex-prefeito só serão permitidas a partir de amanhã. O deputado Curiati trouxe uma cesta com quibes para Maluf. Mas também não pode entrar. Um policial pegou os quibes na portaria e levou para dentro do prédio.

Timóteo disse à imprensa que seu amigo de 21 anos caiu em uma armadilha. "Maluf sequer conhece o Birigui", afirmou o vereador, referindo-se ao doleiro Vivaldo Alves. "Ele foi vítima de uma extorsão". Ao ser questionado sobre como o filho de Maluf tinha contatos com Birigui, Timóteo respondeu que Flávio fez apenas as intermediações. "Como alguém entrega US$ 160 milhões nas mãos de uma pessoa que não conhece", rebateu o vereador. O deputado Salim Curiati estava exaltado e afirmou: "Eu sinto saudade da ditadura".



Escrito por christian theodore às 13h38
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Centro-Oeste, BRASILIA, CAMPUS UNIVERSITARIO, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese, Spanish, Sexo, Arte e cultura
MSN - christiantheodore2004@yahoo.com.br


HISTÓRICO
 26/09/2010 a 02/10/2010
 19/09/2010 a 25/09/2010
 06/06/2010 a 12/06/2010
 30/05/2010 a 05/06/2010
 23/05/2010 a 29/05/2010
 16/05/2010 a 22/05/2010
 25/10/2009 a 31/10/2009
 04/10/2009 a 10/10/2009
 20/09/2009 a 26/09/2009
 13/09/2009 a 19/09/2009
 30/08/2009 a 05/09/2009
 23/08/2009 a 29/08/2009
 16/08/2009 a 22/08/2009
 09/08/2009 a 15/08/2009
 02/08/2009 a 08/08/2009
 19/07/2009 a 25/07/2009
 12/07/2009 a 18/07/2009
 07/06/2009 a 13/06/2009
 31/05/2009 a 06/06/2009
 08/02/2009 a 14/02/2009
 17/08/2008 a 23/08/2008
 11/05/2008 a 17/05/2008
 09/12/2007 a 15/12/2007
 02/12/2007 a 08/12/2007
 18/11/2007 a 24/11/2007
 04/11/2007 a 10/11/2007
 28/10/2007 a 03/11/2007
 21/10/2007 a 27/10/2007
 14/10/2007 a 20/10/2007
 07/10/2007 a 13/10/2007
 30/09/2007 a 06/10/2007
 16/09/2007 a 22/09/2007
 26/08/2007 a 01/09/2007
 08/07/2007 a 14/07/2007
 27/05/2007 a 02/06/2007
 13/05/2007 a 19/05/2007
 29/04/2007 a 05/05/2007
 22/04/2007 a 28/04/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 18/02/2007 a 24/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 17/12/2006 a 23/12/2006
 03/12/2006 a 09/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 30/04/2006 a 06/05/2006
 01/01/2006 a 07/01/2006
 25/12/2005 a 31/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005
 04/12/2005 a 10/12/2005
 27/11/2005 a 03/12/2005
 20/11/2005 a 26/11/2005
 13/11/2005 a 19/11/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 30/10/2005 a 05/11/2005
 23/10/2005 a 29/10/2005
 16/10/2005 a 22/10/2005
 09/10/2005 a 15/10/2005
 02/10/2005 a 08/10/2005
 25/09/2005 a 01/10/2005
 18/09/2005 a 24/09/2005
 11/09/2005 a 17/09/2005
 04/09/2005 a 10/09/2005
 28/08/2005 a 03/09/2005
 21/08/2005 a 27/08/2005
 14/08/2005 a 20/08/2005
 07/08/2005 a 13/08/2005
 31/07/2005 a 06/08/2005
 24/07/2005 a 30/07/2005
 17/07/2005 a 23/07/2005
 10/07/2005 a 16/07/2005
 03/07/2005 a 09/07/2005
 26/06/2005 a 02/07/2005
 19/06/2005 a 25/06/2005
 12/06/2005 a 18/06/2005
 05/06/2005 a 11/06/2005
 29/05/2005 a 04/06/2005
 22/05/2005 a 28/05/2005
 15/05/2005 a 21/05/2005
 08/05/2005 a 14/05/2005
 01/05/2005 a 07/05/2005
 24/04/2005 a 30/04/2005
 17/04/2005 a 23/04/2005


CATEGORIAS
Todas as mensagens
 Link
 política
 arte e teatro
 eu
 grattapersona
 Blogdobosque



OUTROS SITES
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!