politica&teatro
   Crime homofóbico em Goiânia

Crime
Travesti morto com seis tiros
imprimir enviar matéria comentar esta matéria materia anterior próxima matéira
11/12/2005
Da Redação

O travesti Jorge Gabriel da Silva Júnior (Jéssica), 18, foi assassinado por volta das 6 horas de ontem com seis tiros na cabeça. O crime aconteceu no cruzamento das avenidas Rio Verde e Coronel Luis Sampaio, no Jardim Nova Era, em Aparecida de Goiânia. O local serve de ponto de prostituição. A motivação para o crime teria sido uma discussão com um cliente por conta do valor de um programa.

Dois colegas de trabalho da vítima, L.C.L.F, 20, e R.E.J.P, 23, contam que Jorge foi morto 15 minutos após um programa. Ele e o cliente, que estava em uma moto azul e usava capacete, discutiram devido ao preço cobrado. “Eu estava indo para casa, a uns 200 metros, quando ouvi uma discussão. O cliente identificou-se como policial e fez ameaças. Mesmo assim, pagou, disse para ele ficar com Deus e foi embora”, declara L.

O autor do crime estaria acompanhado de outra pessoa na garupa. O caso está sendo investigado na Delegacia Estadual de Hominícios
Crime
Travesti morto com seis tiros
imprimir enviar matéria comentar esta matéria materia anterior próxima matéira
11/12/2005
Da Redação

O travesti Jorge Gabriel da Silva Júnior (Jéssica), 18, foi assassinado por volta das 6 horas de ontem com seis tiros na cabeça. O crime aconteceu no cruzamento das avenidas Rio Verde e Coronel Luis Sampaio, no Jardim Nova Era, em Aparecida de Goiânia. O local serve de ponto de prostituição. A motivação para o crime teria sido uma discussão com um cliente por conta do valor de um programa.

Dois colegas de trabalho da vítima, L.C.L.F, 20, e R.E.J.P, 23, contam que Jorge foi morto 15 minutos após um programa. Ele e o cliente, que estava em uma moto azul e usava capacete, discutiram devido ao preço cobrado. “Eu estava indo para casa, a uns 200 metros, quando ouvi uma discussão. O cliente identificou-se como policial e fez ameaças. Mesmo assim, pagou, disse para ele ficar com Deus e foi embora”, declara L.

O autor do crime estaria acompanhado de outra pessoa na garupa. O caso está sendo investigado na Delegacia Estadual de Hominícios.
 
Crimes como esses revelam a intolerância da sociedade com os travestis, mas o curioso é que a atrocidade foi cometida por um próprio cliente que minutos antes teve prazer sexual com um homem travestido de mulher! Isso deve ter sido insuportável para ele! O que a sociedade vai pensar de um homem que sente prazer com outro homem vestido de mulher?
Na insanidade dele melhor mesmo seria desfazer daquele objeto de desejo incômodo, ameaçador da sua confusa masculinidade!


Escrito por christian theodore às 19h11
[] [envie esta mensagem]


 
  

Uma chance para o amor!

   
11/12/2005
Pablo Hernandez
Da editoria de Cidades


A separação de um casal pode ser uma prova dos noves para qualquer amor. Sobre os escombros desse conflito, alguns preferem escrever o próximo capítulo juntos e percebem que o relacionamento ficou mais forte e maduro. Às vezes, uma separação torna o parceiro distante tão presente que o amor impõe-se de novo.

Para o psicólogo clínico Elias Miguel, especialista em terapia de família e casais, alguma coisa faz com que o amor se desenvolva outra vez. “Eles recomeçam a sociedade.” Mas desta vez velhas picuinhas e comportamentos têm de ser abandonados. “É preciso negociar os papéis de cada um e estabelecer uma nova relação baseada em respeito, confiança e responsabilidade pela díade”, dá a dica. Mas saiba que, antes de enfrentar as dores de uma separação, é possível tomar precauções e evitar que o relacionamento precise de outra chance.

Tudo começa com a paixão. A busca da gratificação no outro. Tom Jobim cantava em uma de suas canções que “quando dois meios se encontram desaparece a fração, e se achamos a unidade, está resolvida a questão”. Para o psicólogo Elias Miguel, a matemática dos amantes segue uma outra lógica. No começo, segundo ele, a paixão é 100, um valor máximo. Por outro lado, o amor é zero. “Paixão é fantasia, é idealização”, sentencia. “O amor é mais racional do que todos pensam. Amar é ter a capacidade de ser flexível, de dar-se, de se entregar sem egoísmos.”

Com o tempo, a fantasia vai diminuindo e surge a realidade. Duas pessoas oriundas de mundos e famílias diferentes, com percepções da vida distintas, resolvem dividir o mesmo tempo e, muitas vezes, o mesmo espaço. “A partir daí começa a ‘guerra ideológica’, e se cada um não souber abrir mão de algumas coisas, é o começo de brigas e desencontros". O psicólogo diz que alguns casais chegam a enxergar apenas o lado negativo do outro."


A reconstrução do amor
Casais se dão uma segunda chance e apostam no recomeço de relacionamento mais maduro e duradouro



Categoria: arte e teatro
Escrito por christian theodore às 19h03
[] [envie esta mensagem]


 
   Violência, drogas e pobreza.

 
 
FERNANDO RODRIGUES
 
Por Gizella Rodrigues

Envie um e-mail para este jornalista
Domingo, 11 de Dezembro de 2005
Adolescente mata padrasto e foge
Após ver a mãe ser espancada sucessivas vezes, garoto mata agressor com tiro no coração

O tacílio Cândido Lima Júnior, 33 anos, foi assassinado a tiros na noite de sexta-feira, dentro de casa, em Planaltina. O principal suspeito é o filho de 12 anos de sua companheira, Enilce Ribeiro da Silva. O crime ocorreu depois de uma das brigas do casal. Segundo Enilce, Otacílio batia nela e nos filhos. O adolescente está foragido.

A discussão começou por volta de 21h. Enilce conta que Otacílio, depois de ter bebido, levantou-se da cama e começou a agredir verbalmente Rafael (nome fictício), dizendo que não gostava dele. "Ele era assim. De repente enlouquecia e queria começar uma briga", relata. O menino, segundo ela, ouviu as provocações calado, mas Otacílio se descontrolou e partiu para a agressão física. "Ele foi no quarto, arrancou um pedaço de pau da cama e começou a espancar todo mundo", diz.



No meio da briga, Rafael conseguiu sair de casa, a pedido da mãe, que temia que o padrasto o matasse. Otacílio disse que ia se servir de mais uma dose de cachaça e foi para a cozinha. Do quarto, a mulher ouviu-o dizer: "Não faz isso comigo!" Logo depois, escutou dois disparos. Correu para ver o que acontecia e encontrou Otacílio, que veio cambaleando pela sala e caiu a seus pés na porta do quarto. Uma das balas atingiu o coração e ele morreu ali mesmo.



Ninguém viu quem atirou, mas a polícia acredita que Rafael voltou para vingar-se do padastro. Segundo o delegado que investiga o crime, o menino, ao sair de casa, ameaçou Otacílio, dizendo à mãe algo como: "Ou ele vai me matar ou eu mato ele". Pablo Aguiar, delegado de plantão da 16ª DP e responsável pela 31ª DP, onde foi registrada a ocorrência, conclui: "Tudo leva a crer que o menor foi o responsável pelos disparos".



agressõesRafael não tinha passagens pela polícia. A mãe não sabe como o garoto conseguiu a arma. "Os amigos dele são boas companhias, pelo menos os que eu conheço", assegurou. "Mas sei que moro em um bairro que tem muito mau elemento", reconhece.

De acordo com a família, Rafael é um menino tímido. Nunca tinha falado em matar o padrasto. Trabalha para ajudar nas despesas de casa e freqüenta a escola. "Ontem (sexta) ele chegou em casa alegre, contando que tinha passado de ano", revelou Enilce. "Nunca pensei que ele fosse capaz de fazer isso. Mas, se ele não fizesse, o Otacílio ia matar a gente".

A união de Enilce e Otacílio, que durava três anos, era conturbada. Segundo Enilce, ele bebia muito e fumava merla. Era agressivo e costumava descontar toda a raiva nela e em seus quatro filhos. Nem a mais nova, de dois anos, escapava, apesar de ser filha dele. "O Rafael tem problema de audição e, às vezes, é preciso falar até três vezes para ele ouvir. O Otacílio se irritava fácil com isso", conta Enilce.



Desde sexta-feira, ela vive preocupada com o filho, sem dar notícias desde a briga – que lhe rendeu hematomas deixados por mordidas de Otacílio. "Ele me batia muito", conta. "Usava rodo, jogava leite quente em mim. Às vezes molhava todos os colchões e não deixava ninguém dormir dentro de casa. Acho que ele não era normal". Apesar de dizer que não desejava a morte do companheiro, Enilce confessa que descansou. "Com ele, eu não tinha paz. Mas só queria que ele fosse embora".



Os agentes da 16ª DP procuraram ocorrências contra Otacílio, mas não encontraram nenhum registro. Quando for encontrado, Rafael será encaminhado para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). Quem decidirá a medida educativa do garoto é a Vara da Infância, que pode ser de, no máximo, internação de três anos no Centro de Atendimento Juvenil Especializado (Caje). A própria mãe se comprometeu a levar o garoto à delegacia quando ele aparecer. "Sei que quanto mais tempo ele ficar foragido pior vai ser para ele", afirma Enilce.

As mulheres tem que perder o medo de denúnciar, de fugir, ir embora. Minha vó há mais de 60 anos fuguiu de meu avô por esses mesmos motivos!

O lar violento é uma merda, principalmente para os filhos, esse menino fez justiça, o que a mãe dele não teve coragem de fazer ao ir embora!
 

 
FERNANDO RODRIGUES



Escrito por christian theodore às 16h59
[] [envie esta mensagem]


 
  

Viva o Saci!

Viva Domigo - 11/12/2005
Viva Domigo - 11/12/2005



Categoria: arte e teatro
Escrito por christian theodore às 16h48
[] [envie esta mensagem]


 
  

Viva o Saci!

Por Kelly Maroclo

Domingo, 11 de Dezembro de 2005
Sociedade dos Observadores de Saci (Sosaci) quer acabar com a data do Halloween no Brasil e instituir o dia do personagem brasileiro


Os dias da abóbora, símbolo do Halloween, o famoso Dia das Bruxas, comemorado em 31 de outubro, podem estar contados no Brasil. Pelo menos é o que pretende a Sociedade dos Observadores de Saci (Sosaci), uma ONG paulista que tem por objetivo utilizar o dia para celebrar os grandes personagens da mitologia brasileira.

De acordo com o presidente da Sosaci, o economista Mário Cândido da Silva Filho, o objetivo não é acabar com a comemoração do Halloween. "Cada um comemora da forma que quer. Não temos nada contra o Dia das Bruxas. Mas achamos que a mitologia brasileira é muito rica e é característica do nosso povo. Em função disso, deve ser comemorada", acredita. Segundo ele, o abaixo-assinado, que institui o Dia do Saci e dos seus Amigos, está sendo realizado no site da sociedade: www.sosaci.org e já tem mais de 4 mil assinaturas.

"Como estamos chegando perto das férias, vamos esperar o retorno dos parlamentares para podermos entregar ao ministro da Cultura, Gilberto Gil, o abaixo- assinado. Pretendemos realizar essa entrega até fevereiro", diz.

A sociedade começou com dois amigos, a doutora em História Márcia Camargos e o jornalista Vladimir Sacchetta, em julho de 2003. Na época, nasceu de uma brincadeira com o objetivo de estudar a fundo a mitologia brasileira. "A Márcia sempre estudou e escreveu muito sobre o Saci. Com isso, ela e o Vladimir acabaram reunindo alguns amigos e instituindo um movimento em defesa da cultura popular em função da crescente invasão do Dia das Bruxas", conta. Com a dimensão que o movimento tomou, o grupo acabou registrando a sociedade e realizando um estatuto. "A Sosaci é uma organização não-governamental. Os fundos, arrecadados, com a venda de produtos pelo site, são revertidos para os eventos que realizamos".

Como grande parte do grupo é de São Luiz do Paraitinga, interior de São Paulo, este ano, a sociedade realizou um evento no dia da independência e outro no dia 31 de outubro, Dia das Bruxas, ou melhor, Dia do Saci e seus Amigos. "No dia do Saci e seus amigos adotamos o seguinte tema: abóbora, só se for com carne-seca. Ficamos surpresos com a popularidade do evento. Em função disso, resolvemos fazer o abaixo-assinado", conta o presidente da sociedade, ressaltando que os eventos não foram realizados em São Paulo, pois não teriam tanto apelo. "São Paulo é muito grande. Nós não iríamos conseguir causar impacto. Em função disso, começamos com São Luiz do Paraitinga".

Atualmente, cerca de 700 associados fazem parte da Sosaci. "As pessoas se empenham, querem ajudar. Todas elas, assim como nós da sociedade, cremos na mitologia brasileira. Por acreditarmos no Saci, na Iara, no Boitatá, no Curupira, dentre outros, queremos incentivar a população a se interar mais sobre a cultura popular do nosso País".

Mesmo instituindo o Dia do Saci e seus Amigos, Mário Cândido da Silva diz que cada um terá liberdade de celebrar o que quiser. "O nosso objetivo com a lei é conseguir apoio e incentivo dos órgãos. Queremos comemorações dignas da data". De acordo com o presidente da sociedade, o intuito é poder proporcionar aos estudantes a oportunidade de conhecer e comemorar esse dia.

"Antigamente o Dia das Bruxas era uma realização dos cursinhos de inglês. Hoje, até as escolas públicas comemoram", lamenta ele, ressaltando que a comemoração do Dia das Bruxas não tem a ver com a cultura norte-americana.

"As bruxas faziam parte da cultura dos celtas. Os americanos tomaram posse dessa comemoração, mas ela não faz parte da história deles", informa, lembrando que com o Brasil a história é diferente. "A mitologia brasileira vem desde os tempos indígenas. Ela está diretamente ligada à nossa cultura e dá identidade à nossa sociedade."



Categoria: arte e teatro
Escrito por christian theodore às 16h44
[] [envie esta mensagem]


 
  [ ver mensagens anteriores ]  
 
 



Meu perfil
BRASIL, Centro-Oeste, BRASILIA, CAMPUS UNIVERSITARIO, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese, Spanish, Sexo, Arte e cultura
MSN - christiantheodore2004@yahoo.com.br


HISTÓRICO
 26/09/2010 a 02/10/2010
 19/09/2010 a 25/09/2010
 06/06/2010 a 12/06/2010
 30/05/2010 a 05/06/2010
 23/05/2010 a 29/05/2010
 16/05/2010 a 22/05/2010
 25/10/2009 a 31/10/2009
 04/10/2009 a 10/10/2009
 20/09/2009 a 26/09/2009
 13/09/2009 a 19/09/2009
 30/08/2009 a 05/09/2009
 23/08/2009 a 29/08/2009
 16/08/2009 a 22/08/2009
 09/08/2009 a 15/08/2009
 02/08/2009 a 08/08/2009
 19/07/2009 a 25/07/2009
 12/07/2009 a 18/07/2009
 07/06/2009 a 13/06/2009
 31/05/2009 a 06/06/2009
 08/02/2009 a 14/02/2009
 17/08/2008 a 23/08/2008
 11/05/2008 a 17/05/2008
 09/12/2007 a 15/12/2007
 02/12/2007 a 08/12/2007
 18/11/2007 a 24/11/2007
 04/11/2007 a 10/11/2007
 28/10/2007 a 03/11/2007
 21/10/2007 a 27/10/2007
 14/10/2007 a 20/10/2007
 07/10/2007 a 13/10/2007
 30/09/2007 a 06/10/2007
 16/09/2007 a 22/09/2007
 26/08/2007 a 01/09/2007
 08/07/2007 a 14/07/2007
 27/05/2007 a 02/06/2007
 13/05/2007 a 19/05/2007
 29/04/2007 a 05/05/2007
 22/04/2007 a 28/04/2007
 25/03/2007 a 31/03/2007
 18/03/2007 a 24/03/2007
 04/03/2007 a 10/03/2007
 18/02/2007 a 24/02/2007
 04/02/2007 a 10/02/2007
 31/12/2006 a 06/01/2007
 17/12/2006 a 23/12/2006
 03/12/2006 a 09/12/2006
 26/11/2006 a 02/12/2006
 12/11/2006 a 18/11/2006
 30/04/2006 a 06/05/2006
 01/01/2006 a 07/01/2006
 25/12/2005 a 31/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005
 04/12/2005 a 10/12/2005
 27/11/2005 a 03/12/2005
 20/11/2005 a 26/11/2005
 13/11/2005 a 19/11/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 30/10/2005 a 05/11/2005
 23/10/2005 a 29/10/2005
 16/10/2005 a 22/10/2005
 09/10/2005 a 15/10/2005
 02/10/2005 a 08/10/2005
 25/09/2005 a 01/10/2005
 18/09/2005 a 24/09/2005
 11/09/2005 a 17/09/2005
 04/09/2005 a 10/09/2005
 28/08/2005 a 03/09/2005
 21/08/2005 a 27/08/2005
 14/08/2005 a 20/08/2005
 07/08/2005 a 13/08/2005
 31/07/2005 a 06/08/2005
 24/07/2005 a 30/07/2005
 17/07/2005 a 23/07/2005
 10/07/2005 a 16/07/2005
 03/07/2005 a 09/07/2005
 26/06/2005 a 02/07/2005
 19/06/2005 a 25/06/2005
 12/06/2005 a 18/06/2005
 05/06/2005 a 11/06/2005
 29/05/2005 a 04/06/2005
 22/05/2005 a 28/05/2005
 15/05/2005 a 21/05/2005
 08/05/2005 a 14/05/2005
 01/05/2005 a 07/05/2005
 24/04/2005 a 30/04/2005
 17/04/2005 a 23/04/2005


CATEGORIAS
Todas as mensagens
 Link
 política
 arte e teatro
 eu
 grattapersona
 Blogdobosque



OUTROS SITES
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


VOTAÇÃO
 Dê uma nota para meu blog!